Conteúdo

Buccaneers passeiam em casa contra os Eagles, e Tom Brady segue forte na busca pelo 8º anel de campeão do Super Bowl

16 de janeiro de 2022

(por Rodrigo Mota)
 

Abrindo as disputas dos playoffs da NFC na temporada 2021/2022, o Tampa Bay Buccaneers recebeu o Philadelphia Eagles pela rodada de Wild Card. Embora tenha vencido o Super Bowl da última temporada jogando no Raymond James Stadium, a partida foi a primeira vez que a equipe recebeu uma equipe jogando em casa na pós-temporada desde 2007, já que a grande decisão é escolhida com antecedência e é considerada campo neutro.

Para a alegria da torcida, os Bucs vieram com foco para cumprir a missão. Logo na primeira campanha, Brady orquestrou bem seu ataque mesclando com algumas boas corridas, anotando o primeiro touchdown da partida em corrida de duas jardas de Giovani Bernard: 7x0 após o chute.

Já do lado visitante, a vida não foi nem um pouco fácil em nenhum dos lados da bola. No ataque o jogo terrestre foi neutralizado por praticamente todo o confronto, e no primeiro tempo os anfitriões forçaram o jogo aéreo dos Eagles, que não é o ponto forte da equipe. Com isso, Philly não conseguiu sair do zero no primeiro tempo e viu constantemente campanhas curtas nas suas oportunidades ofensivas. A equipe até conseguiu algumas campanhas mais longas, especialmente a sua última do primeiro tempo, onde conseguiu fluir mais a campanha, porém uma tentativa de passe acabou interceptada na endzone pela defesa de Tampa. 

Pelo time anfitrião, Brady começou um pouco lento a partida, errando alguns passes fáceis, mas o camisa 12 encontrou seu ritmo habitual, e na reta final do embate, mais uma vez, o jogo terrestre funcionou, e Ke’Shawn Vaughn marcou novamente para levar uma liderança de 14x0 para o segundo quarto. Mudou o quarto, mas o jogo permaneceu na mesma pegada, com Tampa Bay dominando amplamente o confronto. A única diferença ficou por conta do ataque do time, que tirou o pé do acelerador e só anotou mais um field goal fechando a surra do primeiro tempo em 17x0.

Na volta do intervalo, o arual campeão da NFL recebeu a bola, e em campanha curta acabou devolvendo a bola para os Eagles, mas no punt é onde veio o desastre. Jaelan Reagor soltou a carne na hora do retorno, e entregou a posse para os Buccaneers já em campo ofensivo. Na campanha, Brady foi cirúrgico para colocar mais pontos no placar, desta vez conectando passe com seu alvo favorito: Rob Gronkowski. 24-0 e jogo praticamente definido. 

No drive seguinte, os Eagles novamente tiveram as suas dificuldades, com o tempo passando e a liderança adversária aumentando, a equipe arriscou uma quarta descida em campo defensivo, mas o passe de Hurts acabou interceptado por Shaq Barrett, para afundar ainda mais o time no jogo. Os Bucs então não perdoaram a chance, e mais uma vez o “GOAT” conectou com Mike Evans para continuar a surra, 31x0. 

Philly até chegou a tirar o zero do placar, quando Devonta Smith fez boa recepção para avançar quase 30 jardas e, na sequência, Boston Scott anotou em bela corrida para diminuir, 31x7. Após uma campanha curta dos Bucs ofensivamente, Philly recebeu mais uma chance com 9 minutos no relógio para tentar um milagre. Dessa vez Hurts, foi melhor, encontrando espaços na defesa de Tampa, e conduzindo seu ataque mais uma vez a endzone, ao conectar passe para Gainwell descontar. 31x15 após bela conversão de 2 pontos entre Hurts e Smith. 

Com pouco menos de 5 minutos para o fim do jogo, os Eagles tentaram um onside kick, que acabou recuperado por Tampa Bay. Com pouco tempo sobrando, os Buccaneers queimaram o relógio, correndo e se mantendo dentro do campo. Os donos da casa conseguiram levar o relógio para 1:11 e devolveram a bola para os Eagles, mas a equipe que precisava de mais dois touchdowns não tinha mais oque fazer, e acabou saindo de mãos vazias, para confirmar a vitória de Tampa Bay.

Com o resultado, os Eagles acabam eliminados da corrida em busca do seu segundo Super Bowl. Já os Bucs seguem firmes visando seu terceiro troféu Lombardi. Agora a equipe aguarda o resultado de hoje e amanhã para definir seu adversário, podendo ser Dallas, Arizona ou Los Angeles.

Final: Tampa Bay Buccaneers 31 x 15 Philadelphia Eagles