Conteúdo

Brook Lopez chama a responsabilidade, Bucks vencem o Atlanta Hawks e ficam a uma vitória das finais da NBA 

2 de julho de 2021

(por Daniel Morales)

O Milwaukee Bucks bateu em casa, no Fiserv Forum, em Milwaukee, o Atlanta Hawks. Sem Giannis Antetokounmpo, Brook Lopez chamou a responsabilidade e liderou os Bucks à vitória. Agora os comandados de Mike Budenholzer estão a um triunfo das finais da NBA. Veja como foi o jogo:

Inicio intenso dos Bucks

Com a bola em jogo, no Fiserv.Forum, os donos da casa, mesmo sem seu principal jogador, Giannis Antetoukounmpo, fizeram um grande inicio de partida, com destaque para o jogo defensivo, com uma forte marcação, fechando os espaços dos Hawks e fazendo com que o ataque visitante gastasse muito tempo no relógio. No ataque, Khris Middelton e Jrue Holiday chamaram a responsabilidade fazendo os primeiros pontos do Milwaukee Bucks. Embalados pela torcida que lotava o ginásio, tanto do lado de dentro quanto fora do fórum, os Bucks fizerem um primeiro quarto de muita intensidade defensiva, conseguindo forçar os erros do Atlanta Hawks, que por sua vez, sem Trae Young, tinha dificuldades para pontuar e “tijolava” no perímetro. Pelo lado dos donos da casa, Bobby Portis, que substituiu Giannis e estava fazendo um ótimo papel em quadra, fundamental na defesa, e Brook Lopez, que faz uma ótima pós-temporada, sendo muito importante dos dois lados da quadra. O Atlanta Hawks não tinha respostas para as ações dos Bucks. Os visitantes sofreram muito nos primeiros doze minutos com a defesa muito bem postada de Milwaukee e a parte defensiva de Atlanta era quase inexistente, não conseguindo parar Lopez, que foi extremamente agressivo no garrafão e nos arremessos de quadra. Os anfitriões fecharam o primeiro período com o placar favorável de 36 a 22. 

Hawks volta para o jogo

O jogo mudou no começo do segundo quarto. O Atlanta Hawks melhorou, acertou a defesa e conseguiu cortar a diferença para 15 pontos. Bogdanovic, John Collins e Gallinari foram os principais nomes da tímida reação dos visitantes. O Atlanta Hawks foi melhor no segundo período, graças a Bogdanovic, que foi o principal nome da reação dos visitantes. A equipe do técnico Nate McMillan foi superior no nos últimos 12 minutos do primeiro tempo e conseguiu cortar a diferença para um dígito ao final da primeira etapa. Destaque para uma linda bola tripla de John Collins, que foi originada em uma roubada de bola de Bogdanovic, que resultou em um fundo de quadra, para Collins receber o passe, matar a bola de três pontos e cortar a vantagem dos Bucks, que chegou a ser de 15 pontos, para 9. O jogo foi para o intervalo com o placar em 65 a 56 para o Milwaukee Bucks. 

Terceiro período equilibrado

O segundo tempo começou um pouco mais equilibrado, com os dois times fazendo um jogo mais duro, físico e com muitas faltas. Mas, os Bucks voltaram a ter Brook Lopez muito agressivo na área pintada e Bobby Portis fazendo um ótimo trabalho, contribuindo tanto nos mid range, quanto no garrafão e no perímetro. Mesmo com os Hawks chegando a cortar a vantagem para sete pontos, os Bucks se acertaram e voltaram a aumentar a diferença para catorze tentos. E a vantagem dos donos da casa foi aumentando com o passar do terceiro quarto. Muito porque o pivô Brook Lopez seguia fazendo uma partida espetacular! Lopez conseguiu fazer a função de Antetokounmpo, sendo agressivo e quase imparável no garrafão. Com uma desvantagem de treze pontos, Nate McMillan pediu um timeout. Durante o terceiro quarto, jogadores dos Hawks reclamaram de algumas marcações da arbitragem a favor dos donos da casa, como por exemplo, uma falta feita em Middleton no momento do chute do perímetro, que resultou em três lances livres para o jogador dos Bucks e uma falta sofrida em Bobby Portis, feita por Kris Dunn, a qual o jogador dos visitantes reclamou muito. Voltando a ter uma atuação muito boa na defesa e sendo eficiente no ataque, os Bucks foram para o período derradeiro com 13 pontos de vantagem. 

Bucks confirmam a vitória

O Milwaukee Bucks seguiu melhor no inicio dos últimos 12 minutos. Khris Middleton começou a aparecer e ser mais eficiente na pontuação, Jrue Holiday, fazendo valer sua contratação na última off-season e sendo muito importante na construção do ataque e nas bolas de três, além de Bobby Portis, substituindo muito bem Giannis Antetokounmpo. A imprensam que passava era que mesmo com jogadores como Gallinari e Bogdanovic  tendo uma boa partida e mantendo os Hawks vivos no jogo, era que os visitantes iriam fazer uma partida de uma eterna corrida atrás do placar, pois mesmo com o ataque indo bem, a defesa seguiu muito desarrumada e não conseguia parar a ofensiva dos anfitriões. Com o jogo começando a entrar no chamado “clutch time”, o que parecia era que o Milwaukee Bucks começava a encaminhar sua vitória.  Já no minuto final, Nate McMillan tirou seus titulares e colocou a sua segunda unidade para jogar. E, com 28 segundos para acabar o jogo, o head coach dos Bucks, Mike Budenholzer, fez o mesmo. 

Com uma grande atuação de seu quinteto titular, principalmente de Brook Lopez, Bobby Portis e Jrue Holiday, os Bucks confirmaram a vitória e agora vão para Atlanta, no ginásio State Farm Center, para tentar mais um triunfo, que daria o título de campeões da Conferência Leste ao time de Milwaukee. 


 

Final: Atlanta Hawks 96 x 114 Milwaukee Bucks


Destaques 

Milwaukee Bucks: Brook Lopez (19pts e 7reb) e Khris Middleton (18pts, 13reb e 7ast).  

Atlanta Hawks: Bogdan Bogdanovic (21pts, 5reb e 4ast) e Danilo Gallinari (16pts).