Conteúdo

Bill Belichick e Tom Brady, a maior dupla da história da NFL

14 de junho de 2020

(por Felipe Tostes)

 

O ano era 2000, a equipe do New England Patriots buscava uma reestruturação após uma temporada de 8 vitorias e 8 derrotas sob o comando de Pete Carroll. A cartada de Robert Kraft foi buscar Bill Belichick no New York Jets, mesmo ele tendo sido anunciado como Head Coach após a aposentadoria de Bill Parcells, o que gerou uma pequena confusão, mas nada que impedisse o desembarque de Belichick em Massachusetts.

A primeira tarefa do treinador foi o draft daquele mesmo ano. Entre as 10 escolhas feitas pelo New England Patriots estava um jovem quarterback, de nome Tom Brady, que vinha de Michigan. O jogador foi escolhido na sexta rodada com a posição geral de número 199.

Belichick draftou Tom Brady mesmo contando com o titular Drew Bledsoe e com seu reserva Michael Bishop. O começo foi difícil, já que em sua primeira temporada a equipe terminou com uma campanha de apenas 5 vitorias e amargou 11 derrotas, deixando o time na última posição da divisão. Vale ressaltar que até este ponto o dono da posição de quarterback ainda era Drew Bledsoe, e Tom Brady apenas completou o roster.

Você já deve ter escutado a frase “há males que vem para o bem”, e foi exatamente isso que aconteceu com o New England Patriots no ano de 2001. O jogo era contra o New York Jets, ainda no antigo Foxboro Stadium (os patriots só se mudaram para o Gillette Stadium em 2002) e, faltando pouco mais de cinco minutos para o final do jogo, Drew Bledsoe sofreu uma pancada do linebacker Mo Lewis que o impossibilitou de voltar para a partida, dando assim a chance para o segundo-anista, Tom Brady, entrar na partida. Com pouco tempo no relógio, Brady conseguiu completar apenas 5 de 10 passes tentados para um ganho total de 46 jardas, os Patriots acabaram derrotados por 10 a 3.

A historia realmente começou a ser escrita no dia 30 de setembro de 2001, quando Bill Belichick colocou Brady em sua primeira partida como titular, o jogo era novamente em casa, só que desta vez contra o perigoso Indianapolis Colts de Peyton Manning. Apesar do jovem quarterback não ter lançado nenhum touchdown e só ter conseguido 168 jardas foi um jogo importante, já que seu time conseguiu a vitória com um placar de 44 a 13. Podemos destacar o bom trabalho defensivo dos Patriots, marca registrada de Bill Belichick em toda a sua carreira, dois touchdowns anotados neste jogo foram em pick-six, um de Otis Smith e outro de Ty Law.

Com essa dobradinha de Belichick e Brady, os Patriots encerraram a temporada regular com 11 vitorias e 5 derrotas, conquistando o titulo AFC East. Já nos playoffs a equipe de New England venceu o Oakland Raiders de Jon Gruden por 16 a 13 e conquistou o titulo da AFC contra o favorito Pittsburgh Steelers, no Heinz Field, por 24 a 17.

Na estreia de ambos em um Super Bowl o desempenho não poderia ser melhor, o título ficou com os Patriots mesmo diante de um forte St. Louis Rams, time que detinha a melhor campanha da temporada e era liderado por Kurt Warner. Bill Belichick demonstrou mais uma vez o bom trabalho feito com a defesa, e aquele mesmo Ty Law conseguiu interceptar um passe de Warner e retornar 47 jardas para um touchdown. Já Tom Brady terminou a partida com uma marca de 16/27 em passes para 145 jardas e um touchdown, desempenho este que garantiu a ele o seu primeiro prêmio de MVP em um Super Bowl. Também não podemos esquecer o grande trabalho feito pelo kicker Adam Vinatieri, que converteu o Field Goal para o primeiro titulo da franquia de Foxborough.

Os anos foram passando e a dupla acumulou vitórias, títulos e recordes. Juntos eles garantiram mais 5 Super Bowls (XXXVIII, XXXIX, XLIX, LI, LIII) para o New England Patriots, fazendo com que a franquia se tornasse a mais vitoriosa da NFL, ao lado do Pittsburgh Steelers.

Bellichick e Brady ainda acumularam o recorde de 219 vitorias e 64 derrotas juntos, o que garantiu a eles, como dupla, apenas temporadas com campanhas positivas ao longo desses 20 anos. Para completar, ambos são reconhecidamente as caras da dinastia criada pela franquia nas últimas duas décadas.

Individualmente falando, Bill Belichick acumula em sua carreira de Head Coach a marca de 400 partidas no geral, contando esta passagem pelo New England Patriots e a sua primeira experiência na função a frente do Cleveland Browns, o técnico tem o recorde de 273 vitorias e 127 derrotas. Com esses 273 triunfos, Belichick aparece na terceira posição dos técnicos com mais vitorias na historia da liga, ficando atrás apenas de Don Shula, que acumulou 328, e George Halas, que teve 318. “Uncle Bill” ainda foi nomeado o técnico do ano da NFL por três vezes, nos anos de 2003, 2007 e 2010.

Já Tom Brady, acumula em seu currículo 541 touchdowns e 179 interceptações, com 74.571 jardas aéreas e um QB rating de 97,0. Brady aparece na segunda posição geral de touchdowns, atrás de Drew Brees, que acumula 547 TDs, e de jardas passadas atrás do mesmo com 77.416. Ao longo de sua carreira Tom ganhou o prêmio de MVP da liga 3 vezes, nos anos de 2007, 2010 e 2017, além de ter sido selecionado 14 vezes ao Pro Bowl e conquistado 4 vezes o premio de MVP do Super Bowl (XXXVI, XXXVIII, XLIX, LI).

Após longos 20 anos a parceira foi desfeita, a guerra de egos sempre acompanhou a relação de Belichick e Brady, agora chegamos ao momento em que ambos querem se provar sem precisar do outro. Belichick segue a frente do New England Patriots, e agora o coach precisa reinventar seu jogo e seu ataque, possivelmente com Jarrett Stidham herdando a função, ou talvez com o velho conhecido Brian Hoyer, as incertezas rondam o Gillette Stadium.

 Já Tom Brady acaba de desembarcar com moral em Tampa Bay, rumores apontam que o veterano quarterback irá receber um salario de 50 milhões de dólares totalmente garantidos, além de 4,5 milhões por ano de incentivos. Quando a temporada começar o jogador já terá 43 anos, e ele mais do que ninguém quer provar que ainda tem gasolina no tanque, para isso arsenal não irá lhe faltar, já que os Buccaneers trouxeram Rob Gronkowski da aposentadoria, além de contar com nomes como Mike Evans e Chris Godwin no corpo de recebedores.

A dinastia foi escrita como árduo trabalho dos dois, agora o tempo irá nos mostrar o que cada um é capaz de fazer longe do outro. Se tudo der certo, a temporada da NFL terá inicio no dia 10 de setembro, e estaremos acompanhando de perto cada passo de Bill Belichick e Tom Brady.