Conteúdo

Arsenal vai ao Stamford Bridge, vence o Chelsea em um jogão e continua na briga por Champions

20 de abril de 2022

(por Cassiano Pinheiro)

Mais um jogaço da Premier League. Na tarde dessa quarta-feira (20), o Arsenal foi até Stamford Bridge para encarar o Chelsea. Após duas derrotas inesperadas, para Southampton e Brighton, os Gunners precisavam desesperadamente da vitória para continuar na briga pela Champions. Já o Chelsea buscava um pouco mais de regularidade, após ser recentemente goleado pelo Brentford e de ter sido eliminado da Champions.

O jogo todo foi muito bom, mas os primeiros 30 minutos foram insanidade total. Primeiro, logo aos 13 minutos, Andreas Christensen falhou com um recúo fraco para Edouard Mendy. Eddie Nketiah aproveitou para chegar antes na bola de deslocar o goleiro senegalês. Pouco depois, aos 17 minutoa Timo Werner bateu de fora da área, a bola desviou na zaga e enganou Ramsdale, deixando tudo igual.

Aos 27, em uma bela trama coletiva, Martin Odegaard passou para Emile Smith-Rowe dar uma linda “tacada de bilhar” rasteira no cantinho. Mais uma vez não deu nem para festejar direito, já que, cinco minutos depois, Mason Mount fez boa jogada pela direita, cruzou e Cesar Azpilicueta completou para a rede como se fosse um centro-avante. A primeira etapa terminou em um intenso 2 a 2, porém contando com uma fragilidade e confusão defensiva dos dois lados.

No intervalo, Thomas Tuchel tirou Christensen e colocou o brasileiro Thiago Silva para ver se dava um jeito na zaga, mas não melhorou muita coisa, já que Malang Sarr estava em uma jornada muito infeliz, errando quase tudo que fazia.

E foi em mais uma falha de Sarr que o Arsenal passou a frente novamente. Nketiah aproveitou o bate-rebate na área para fazer o segundo dele na partida. Ainda no fim, houve tempo para um pênalti duvidoso em cima de Bukayo Saka, cobrado pelo próprio jovem inglês que colocou números finais à partida.

Destaque negativo para Romelu Lukaku, que começou como titular, mas praticamente não foi visto em campo. É gritante a diferença do Lukaku dominante e artilheiro da Inter para o mesmo que não consegue emplacar no Chelsea. Já o Arsenal fez um bom jogo no geral. O time não tem um elenco dos mais pesados, mas possuem jovens talentosos que oscilam frequentemente, dessa vez fizeram uma boa partida e conseguiram uma vitória importantíssima para continuar na briga pelo TOP-4.

Placar Final: Chelsea 2-4 Arsenal