Conteúdo

Após jogo morno, Ospina brilha nas penalidades e elimina Uruguai! Colômbia aguarda Argentina ou Equador

3 de julho de 2021

(por João Zarif)
 

Uruguai e Colômbia entraram em campo pelas quartas de final da Copa América, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A equipe do técnico uruguaio, Óscar Tabárez, passou como segunda colocada no grupo A, com sete pontos. Já a Colômbia fez apenas quatro pontos e ficou em terceiro no grupo B.

O jogo tinha tudo para ser muito intenso e empolgante, mas foi justamente o contrário. As equipes não conseguiram evoluir ofensivamente, o jogo ficou concentrado e muito pegado no meio-campo. A maior parte das chances ocorreram em lances que foram invalidados por impedimento. 

Até os 44 minutos do primeiro tempo, quando a Colômbia quase abriu o placar. Zapata fez boa jogada individual pelo lado esquerdo, passou pela marcação e ficou sem ângulo na linha de fundo. O atacante chutou e a bola explodiu no goleiro Muslera e na sobra Muriel bateu de primeira, mas a bola foi para fora. Logo em seguida o juiz encerrou o primeiro tempo, que não deixou saudades.

A segunda etapa começou e mostrou que seria melhor logo de cara. No primeiro minuto, Godín fez corte providencial após jogada de Luis Díaz pela esquerda, que tinha em Zapata destino final para concluir de frente para o gol. Aos 4' a Colômbia deu a resposta.

O Uruguai voltou a criar perigo com Nández, que cruzou da direita, a bola pegou efeito e foi em direção ao gol. Ospina fez defesa espetacular evitando a abertura do placar. Apesar dos times estarem mais ofensivos, as chances não apareceram e o tempo foi passando, indicando pênaltis após o tempo normal.

Aos 27' a Colômbia chegou com perigo. Borré encontrou bom cruzamento e Zapata cabeceou para o chão. Muslera se esticou e fez bela defesa salvando o Uruguai. Após isso o jogo “acabou”. Parecia que as equipes estavam com medo de sofrerem um gol no fim e ficaram mais conservadoras, levando o jogo para a disputa de pênaltis após o tempo normal.

Nos pênaltis, Zapata, Sánchez, Mina e Borja marcaram para a Colômbia. Do lado uruguaio, Cavani e Suárez marcaram a 1ª e 3ª batida, enquanto os defensores uruguaios “entregaram o ouro”. Giménez e Viña perderam a 2ª e 4ª cobranças uruguaias, parando em Ospina, com o lateral desperdiçando o último penal, que selou a classificação colombiana.


 

Final: Colômbia 0 (4)x(2) 0 Uruguai

Agora os colombianos aguardam o vencedor entre Argentina e Equador que se enfrentam ainda neste sábado.