Conteúdo

Após 22 cobranças, Kepa perde pênalti para o Chelsea e Liverpool conquista a Copa da Liga Inglesa

27 de fevereiro de 2022

(por Thiago Paixão)

Liverpool  e Chelsea duelaram neste domingo (27) na decisão da Copa da Liga Inglesa, no estádio de Wembley. os Reds venceram os Blues por 11 a 10, nos pênaltis (que tiveram 22 cobranças), após um empate de 0 a 0 cheio de emoções.

Nas penalidades, o goleiro Kepa foi o vilão, isolando a bola na sua cobrança. O espanhol entrou nos minutos finais no lugar de Mendy para defender as cobranças, mas não conseguiu pegar nenhuma e ainda errou seu chute.

Com o resultado, o Liverpool se tornou o maior campeão da competição com nove títulos ( 1981, 1982, 1983, 1984, 1995, 2001, 2003, 2012 e 2022). 

O jogo

Chelsea e Liverpool proporcionaram um confronto de alto nível, mas durante os primeiros 20 minutos, a bola pouco chegou na defesa dos times, e as equipes apenas estudaram antes de partir para o primeiro ataque. O Chelsea com a marcação avançada controlou as saídas de bola do Liverpool e iniciava suas jogadas com enfiadas de bola na tentativa de Kai Havertz no ataque.

Sendo pressionado, o Liverpool se soltou no jogo e criou lances  perigosos. O que mais chamou a atenção foi quando na entrada da área, Keïta mandou um chutão e o Mendy espalmou. Mané pegou o rebote na pequena área, mas o goleiro dos Blues fez  uma defesa milagrosa.

A partida foi recheada de chances de gols claras para os dois lados. Os dois times tiveram gols anulados. O Liverpool, em cobrança de falta ensaiada, conseguiu marcar com Matip de cabeça, mas o gol foi anulado pelo VAR logo em seguida. Pelo Chelsea, Kovacic enfiou a bola para Werner, que levantou para Havertz marcar de cabeça, mas Werner estava em posição irregular e o impedimento também foi marcado. 

No geral, o Liverpool criou bem mais finalizações (20 a 11), mas o número de chutes no alvo foi parecido (seis a quatro). O confronto seguiu intenso e muito bem disputado, mas com o 0 a 0 no placar, o confronto foi para a prorrogação.

Prorrogação

Na prorrogação as equipes voltaram a marcar outras duas vezes, mas também foram anulados. O Chelsea sentiu que o Liverpool estava melhor e começou a se atrapalhar no meio do campo. As falhas foram aproveitadas pelo Liverpool que passou a atacar a todo instante, mesmo que a mira não tenha ajudado. Mas todas as tentativas não tiveram êxito.

Depois de 120 minutos sem bola na rede, o goleiro Kepa entrou nos últimos minutos da prorrogação da final da Copa da Liga Inglesa para ser decisivo na disputa por pênaltis, mudança que influenciou no resultado final. 

Kepa foi o goleiro titular do Chelsea em todos os jogos desta edição da Copa da Liga Inglesa, menos nesta final. Ele tinha no histórico de três pênaltis defendidos em oito cobranças no tempo normal, além de mais sete defesas em disputas por pênaltis. O bom aproveitamento, foi crucial  para que o técnico Thomas Tuchel o colocasse no jogo.

Cobranças de pênaltis

Nas penalidades os jogadores fizeram boas cobranças com 21 acertos consecutivos, e a decisão ficou nos pés dos goleiros. Kelleher marcou para o Liverpool e Kepa isolou a bola na sua vez. Ele não pegou nenhuma cobrança e foi o único jogador a errar, saindo como vilão ao entregar o título para o rival.

Final: Liverpool 0 (11) x (10) 0 Chelsea