Conteúdo

Anthony Smith zomba da possibilidade de Jake Paul vencer McGregor no MMA: "Conor arrancaria a cabeça dele de seus ombros"

3 de abril de 2022

(por Rafael Lima)
 

Anthony Smith admitiu que sua opinião sobre Jake Paul mudou muito desde que o influenciador social decidiu fazer a transição para o boxe, mas isso não significa que ele dê a “The Problem Child” qualquer chance em uma luta de MMA real contra alguém tão habilidoso quanto Conor McGregor .

Como Paul continuou a criticar as práticas de negócios do UFC nos últimos meses, liderados em parte por seus principais problemas com o pagamento dos lutadores, ele fez várias propostas para passar para o MMA, desde que o presidente da empresa, Dana White, ceda a uma lista de exigências.

Independentemente do UFC realmente considerar essa proposta, Paul afirmou inflexivelmente que está confiante de que derrubaria McGregor dentro do octógono, chegando ao ponto de prever um final devastador contra o irlandês. “Conor está em uma espiral descendente”, disse Paul ao TMZ. “Seus membros estão todos quebrados. Então, jogo em pé, vou sair e nocauteá-lo no primeiro round.”, explicou.

Apesar de todas as maneiras que Smith se aqueceu para Paul, o ex-desafiante ao título do UFC não pode deixar de rir da ideia de que um novato de 25 anos, sem um único dia de experiência real no MMA, venceria qualquer veterano, muito menos um ex-campeão de duas divisões do UFC como McGregor.

“Primeiro de tudo, Conor está com metade do tamanho dele agora”, disse Smith no The Fighter vs. The Writer da MMA Fighting. “As pessoas sentem falta disso, Jake é um cara grande e está lutando com pesos meio-médios curtos e atarracados. Jake Paul é do meu tamanho. Ele é um cara grande. Ele está bem ao norte de 200 libras. Ele lutando contra Conor em uma luta de boxe, provavelmente seria uma luta muito boa, para ser honesto com você. Mas será que ele vai nocauteá-lo em uma luta de MMA? Não. Não quando Conor chutar – ele vai arrancar a cabeça de Jake Paul de seus ombros.” Cravou o meio-pesado do UFC.

“As pessoas dizem que Jake pode lutar um pouco, então [ele] pode manter um pouco competitivo por um minuto ou mais. Mas não, em uma luta de MMA, ele vai levar um churrasco”. Completou o lutador de MMA.

De muitas maneiras, Smith passou a respeitar Paul pelo que ele fez até agora em uma jovem carreira de boxe que o viu acumular um recorde perfeito de 5-0, com quatro nocautes.

Mesmo quando ele zombou de muitas das declarações mais ultrajantes de Paul, Smith nunca teve problemas com o nativo de Ohio de 25 anos. “Eu também me aproximei um pouco de Jake, para ser honesto com você”, disse Smith. “Ainda acho que ele é meio babaca, mas tudo bem ser babaca. Ele não é meu tipo de cara. Não tenho certeza se ele e eu poderíamos sair e ser amigos. Se ele está realmente aqui tentando ajudar as pessoas e receber o pagamento – e parece que ele está investindo em seu próprio bolso para ajudar as pessoas em seus próprios shows e outras coisas – eu tenho dificuldade em derrubar isso.” Seguiu. 

“Eu sempre disse que não tenho nenhum problema com ele ganhando dinheiro. Se você pode obtê-lo. Acho que todo mundo tem o direito de competir se quiser. Eu sempre defendi ele e disse que ele tem o direito de competir. Ele tem o direito de estar aqui. Ele tem um lugar à mesa.” Analisou Smith.

No que diz respeito às habilidades de boxe de Paul, Smith é bastante elogioso a ele, especialmente depois de vê-lo passar algum tempo real no ringue, incluindo sua decisão de oito rounds sobre o ex-campeão do UFC Tyron Woodley. Paul então voltou para uma revanche e derrubou Woodley com um nocaute brutal, que encerrou aquela rivalidade de forma enfática.

“Ele treina duro, leva muito a sério”, disse Smith sobre Paul. “Ele arrebenta a bunda. Ele não é tão ruim quanto as pessoas querem fingir. Todo lutador com quem você fala [diz], ‘Esse cara é uma merda, ele não pode lutar, esse cara é uma merda’, e desde o início eu disse: ‘Acho que não. Acho que ele está bem.' Ele vai vencer alguém [que] eu super respeito suas habilidades? Agora não. Mas ele é um amador muito habilidoso, muito pesado, na minha opinião. Esse cara pode lutar. As pessoas o odeiam tanto que esquecem disso.” Explicou.

Se Paul levar a sério o MMA, ele poderá colocar suas habilidades de boxe para trabalhar no ‘cage’, mas Smith sabe que ainda é muito difícil acreditar que Paul virá para o UFC e vencerá qualquer um na lista atual.

Devido ao seu tamanho - Paul tem 1,80 m de altura e pesa cerca de 90 quilos - Smith olha para ele mais como um médio ou meio-pesado, e ele realmente não gosta de suas chances de superar qualquer um desses lutadores, não importa quanto treino ele faça para se preparar. “O que Jimmy Crute faria com Jake Paul?” disse Smith. “Até mesmo Devin Clark. Devin Clark iria arrasar aquele cara e esmagá-lo.” Previu o ‘ Lionheart’. “Duraria o tempo que levasse para qualquer um desses caras atravessar o octógono. Não importa quanto tempo isso leve, sete ou oito segundos.” Concluiu o raciocínio.

Dito isso, Smith entende por que Paul está dizendo o que está dizendo, especialmente no que diz respeito a McGregor, porque esse é o maior atrativo no jogo de luta no momento. “Ele está ganhando manchetes, eu entendo”, disse Smith. “Ele está jogando um jogo. Ele está mantendo Conor na boca porque é benéfico para ele.” Completou.