Conteúdo

Anderson e Dowd decidem, Capitals vencem Bruins e largam na frente na série

16 de maio de 2021

(por Mattheus Prudente)
 

Pelo jogo 1 dos playoffs da NHL, o Washington Capitals venceu o Boston Bruins por 3 a 2 na prorrogação, na Capital One Arena, em Washington. Os Caps saíram na frente na série graças a Nic Dowd, que fez um gol na prorrogação, premiando uma boa partida da equipe ofensiva e defensivamente, já que toda a forte primeira linha dos Bruins foi limitada a um ponto. Vitek Vanecek, goleiro titular dos Caps, saiu machucado no primeiro período, dando lugar para o experiente Craig Anderson.

Os Capitals tiveram mais volume de jogo no início, gerando mais chutes a gol, abrindo o placar rapidamente, depois Charlie McAvoy quebrar o seu stick numa tentativa de chute, Tom Wilson partiu em velocidade, fez boa jogada com T.J. Oshie e marcou um bonito gol chutando no alto do goleiro Tuukka Rask, colocando os Caps a frente pela primeira vez.

Uma das principais armas dos Bruins era o faceoff, já que Patrice Bergeron estava muito bem nesse quesito, conseguindo colocar um pouco de pressão nos Caps. E foi numa dessas disputas que Boston conseguiu o empate. Curtis Lazar ganhou o faceoff e o disco sobrou para Jake DeBrusk, que finalizou no canto de um Vanecek fora de posição, empatando. O goleiro se machucou nessa jogada, e Anderson entrou em seu lugar.

Apesar da melhora dos Bruins no final do primeiro período, inclusive conquistando um power play, não se pode dizer que eles estiveram no controle da partida em nenhum momento, enquanto os Capitals fizeram isso no começo do segundo, e, logo, passaram a frente de novo. Depois de uma disputa pela esquerda, o disco sobrou para Brenden Dillon, que arriscou chute de longe e foi desviado no meio do caminho por um defensor de Boston, entrando no alto de Rask.

Os visitantes continuavam tentando testar Anderson, que só havia jogado quatro jogos durante a temporada regular, pois é o terceiro goleiro de Washington, que já havia sofrido com Ilya Samsonov fora por conta dos protocolos da COVID-19. Essa pressão gerou um power play, e David Pastrnak chutou forte de longe, com Nick Ritchie desviando no meio do caminho e enganando Anderson, deixando tudo igual novamente.

As duas equipes tiveram várias chances de passar a frente no final da segunda etapa, mas Anderson e Rask fecharam as casinhas. A boa atuação dos dois goleiros continuou durante o terceiro período, já que, mesmo que as duas equipes tenham finalizado menos do que os outros 40 minutos, ambos criavam muito, com a terceira linha dos Capitals causando os maiores problemas. Mesmo assim, o jogo foi para a prorrogação.

A prorrogação viu dois times com muito medo de cometer erros, e isso gerou poucas chances de marcar, mas, em uma das primeiras que os Caps conseguiram, eles não desperdiçaram. Numa boa jogada de Wilson, ele passou para Oshie soltar a pancada de longe, e Dowd desviou no meio do caminho para marcar, dando a vitória para Washington no jogo 1.

https://twitter.com/Capitals/status/1393755904563163136
 

FT/OT: Washington Capitals 3-2 Boston Bruins (WSH lidera a série por 1-0)



 

Os dois times voltam a se encontrar para o jogo 2, na próxima segunda-feira (17), em Washington.