Conteúdo

(por Layo Lucena)

O gelo está pronto, os jogadores testados e preparados; a NHL está de volta! A Liga Americana de Hockey finalmente vai voltar, e as 31 equipes estão prontas para começar a caminhada para a tão disputada Stanley Cup. Em 2021, a NHL retorna com algumas mudanças, a maior delas é o novo sistema de divisão. Para evitar um excesso de viagens neste tempo de pandemia, a liga resolveu dividir os times em quatro divisões: Norte, Central, Leste e Oeste. Neste texto, faremos uma análise de todas as equipes da divisão norte, composta por Edmonton Oilers, Calgary Flames, Toronto Maple Leafs, Ottawa Senators, Vancouver Canucks, Montreal Canadiens e Winnipeg Jets. 

 

Edmonton Oilers

Os Oilers, após uma boa atuação durante a bolha da NHL, em 2020, podem ter maiores ambições para 2021, mas alguns detalhes podem atrapalhar. Mesmo com a perda de Tomas Jurco, Andreas Athanasiou, Riley Sheahan, Sam Gagner, Matt Benning, Markus Granlund e Mike Green na offseason, a equipe ainda possui um elenco repleto de talento, liderados por Connor McDavid e Leon Draisaitl, atual MVP. Porém o período de agência livre não foi muito movimentado para os Oilers, e o time não trouxe nenhum nome de peso, o que pode prejudicar nas chances de playoffs. Alan Quine, Tyson Barrie, Dominik Kahun, Jesse Puljujarvi, Seth Griffith e Kyle Turris são os reforços da equipe para 2021. McDavid e Draisaitl continuam sendo as principais peças do time, porém, para um 2021 de sucesso, os Oilers vão precisar adicionar algum suporte para essa dupla, mais precisamente na posição de goleiro. Mas nunca duvide dos camisas 29 e 97. Os Oilers, com a sua dupla e suas fraquezas, podem surpreender no decorrer da temporada.

Principais jogadores: Connor McDavid, Leon Draisaitl e Ryan Nugent-Hopkins 

Novidades: Alan Quine, Tyson Barrie, Dominik Kahun, Jesse Puljujarvi, Seth Griffith e Kyle Turris 

Perdas: Tomas Jurco, Andreas Athanasiou, Riley Sheahan, Sam Gagner, Matt Benning, Markus Granlund e Mike Green

 

Ottawa Senators

Nada de novo no horizonte dos Senators. A equipe de Ottawa deve continuar a sua reconstrução em 2021. A única novidade do time para a nova temporada é uma dupla de jovens talentos: Tim Stuetzle, terceira escolha geral do draft de 2020, e Jake Sanderson, quinta escolha do mesmo draft. Se algo novo pode aparecer para os Senators, terá que sair dos skates e tacos de Stuetzle e Sanderson. Mesmo com esses novos talentos, a previsão de 2021 para o Ottawa Senators parece ser a mesma dos últimos três anos: um recorde negativo. 

Principais jogadores: Brady Tkachuk, Jean-Gabriel Pageau e Thomas Chabot

Novidades: Alex Galchenyuk, Evgenii Dadonov, Austin Watson, Josh Brown, Matt Murray, Tim Stuetzle e Jake Sanderson 

Perdas: Bobby Ryan, Anthony Duclair, Tyler Ennis, Mark Borowiecki, Ron Hainsey, Mikkel Boedker e Craig Anderson

 

Vancouver Canucks

Será que os Canucks chegam na pós-temporada, ou continuam na mesma “draga”? Talento tem, mas o time perdeu nomes importantes nesta offseason. As saídas de Jacob Markstrom, Christopher Tanev, Louis Domingue, Josh Leivo, Tyler Toffoli, Troy Stetcher, Oscar Fantenberg e Tim Schaller abriram alguns buracos no elenco, o que pode vir a ser um problema no decorrer da temporada. No entanto, os Canucks foram cirúrgicos nas contratações. Poucas foram as adições, mas a chegada de Braden Holtby, Nate Schmidt e Jayce Hawlerchyk podem dar uma energia nova ao time, que ainda pode sonhar com a pós-temporada. 

Principal jogadores: J.T. Miller, Elias Pettersson e Tanner Pearson

Novidades: Braden Holtby, Nate Schmidt e Jayce Hawlerchyk

Perdas: Jacob Markstrom, Christopher Tanev, Louis Domingue, Josh Leivo, Tyler Toffoli, Troy Stetcher, Oscar Fantenberg e Tim Schaller

 

Montreal Canadiens

Os Canadiens são uma das forças da divisão e, com certeza, brigarão pelas primeiras posições. A equipe de Montreal teve uma offseason bem movimentada, em comparação aos rivais de divisão. O time perdeu Max Domi, neste período de agência livre, mas foi rápido ao contratar um substituto à altura: Josh Anderson. Além de Anderson, os Canadiens também contrataram Tyler Toffoli e outras peças importantes. No resumo, o Montreal Canadiens deve brigar, até o fim, pelas primeiras posições da divisão norte. 

Principais jogadores: Tomas Tatar, Phillip Danault e Brendan Gallagher 

Novidades: Tyler Toffoli, Jake Allen, Joel Edmundson e Josh Anderson

Saídas: Max Domi, Dale Weise e Keith Kinkaid 

 

Winnipeg Jets

Os Jets adicionaram Paul Stastny, center que pode ajudar muito na rotação do elenco, mas, na figura geral, o time ainda não tem o que é preciso para uma possível ida à pós-temporada. Tudo pode acontecer, não é mesmo? Principalmente falando de uma equipe que possui Corner Hellebuyck, vencedor do Troféu Vezina, prêmio dado ao melhor goleiro da temporada. Com Kyle Connor, Mark Scheifele e a chegada de Stastny, os Jets possuem um time competitivo, mas pára por aí. Será que a "zebra" vai deslizar no gelo da divisão norte?

Principais jogadores: Kyle Connor, Mark Scheifele e Blake Wheeler

Novidades: Paul Stastny, Nate Thompson, Dominic Toninato, Derek Forbort e Luca Sbisa 

Perdas: Cody Eakin, Dmitry Kulikov, Anthony Biletto e Carl Dahlstrom

 

Toronto Maple Leafs

Ao lado de Oilers e Flames, os Maples Leafs são uma das grandes forças da divisão norte. A equipe de Toronto conseguiu melhorar o seu elenco, em comparação com o de 2020. O time finalmente adicionou alguns nomes fortes na defesa, como T.J. Brodie e Zach Bogosian. Além deles, Wayne Simmonds e Jimmy Vesey com outros novos reforços, devem também ter um impacto imediato na rotação da equipe. Agora, o ataque. Auston Matthews, Mitch Marner, John Tavares e William Nylander são os principais jogadores desse setor perigosíssimo. Com um elenco desse, é válido afirmar que os Maples Leafs brigam pela primeira posição da divisão. 

Principais jogadores: Auston Matthews, Mitch Marner e John Tavares

Novidades: T.J. Brodie, Wayne Simmonds, Jimmy Vesey, Travis Boyd, Joe Anderson, Zach Bogosian, Aaron Dell e Joe Thornton

Perdas: Dmytro Timashov, Tyson Barrie, Cody Ceci, Kaspari Kapanen Andreas Johnsson e Kyle Clifford

 

Calgary Flames

Por último mas não menos importante, o Calgary Flames. Os Flames perderam alguns jogadores importantes no setor defensivo, mas a equipe conseguiu “tapar” os buracos rapidamente. Com as saídas de Talbot e Brodie, os Flames foram atrás de Christopher Tanev e Jacob Markstrom, um dos melhores goleiros em atividade na NHL. Mas esse time não é só defesa. No ataque, a equipe de Calgary possui nomes fortes, como Johnny Gaudreau, Matthew Tkachuk e Elias Lindholm. No geral, o Calgary Flames tem tudo para ser o número um da divisão norte e ainda fazer uma excelente pós-temporada.  

Principais jogadores: Johnny Gaudreau, Matthew Tkachuk e Elias Lindholm

Novidades: Jacob Markstrom, Christopher Tanev, Josh Leivo, Louis Domingue, Joakim Nordstrom e Dominik Simon

Saídas: Derek Forbot, Cam Talbot, T.J. Brodie, Travis Hamonic, Tobias Reider, Mark Jankowski, Michael Stone e Alan Quine