Conteúdo

Análise: Galo tem dificuldades em liquidar a partida, mas conta com o incrível Hulk para vencer na estreia

10 de abril de 2022

(por Rafael Lima)
 

O atual campeão brasileiro, Atlético Mineiro, fez o necessário para derrotar o Internacional, que tentou se defender a maior parte do tempo, mas não teve o antídoto para parar o incrível Hulk.

O Galo começou pressionando desde o início e com menos de 10 minutos já estava na frente no placar com golaço de Hulk, que chegou a driblar Daniel. O Atlético era muito melhor, mas o primeiro tempo se findou com um único gol.

Na segunda etapa o Inter saiu mais e o Atlético aceitou isso. O Galo teve dificuldades em parar a movimentação de Edenílson, mesmo com Otávio tendo grande atuação. Edenílson chegou a assustar com uma bola no poste e o Colorado resolveu sair mais em busca do empate, permitindo que Hulk, em jogada de contra-ataque, fizesse o segundo no finalzinho, por cobertura, matando o jogo com mais um golaço.

O Atlético Mineiro controlou a partida no primeiro tempo, mas voltou com uma certa preguiça na segunda etapa, algo que não pode acontecer. A defesa seguiu sendo consistente, porém, o que chamou a atenção foi a forma exuberante da dupla Otávio e Allan, que dão uma proteção incrível à retaguarda do Galo e ainda são excelentes no início das jogadas de ataque. 

Mesmo com um time mesclado, o Atlético tem uma equipe bem acima da média, mas a vitória só veio porque o Galo possui o melhor jogador no Brasil na atualidade, o atacante Hulk, que une força, técnica, presença ofensiva e faro de gol, sendo uma arma raríssima no futebol brasileiro. 

Passou um ano e o favoritismo do Atlético Mineiro continua o mesmo.