Conteúdo

Alpine faz anúncio falando que Piastri vai correr por eles em 2023, mas piloto desmente

2 de agosto de 2022

(por Mattheus Prudente)

A Alpine fez uma grande lambança na tarde deste terça-feira (2). A equipe francesa, que está vivendo uma fase de dúvidas depois da saída de Fernando Alonso para a Aston Martin, anunciou que Oscar Piastri correria por eles em 2023, mas, pouco depois, o piloto australiano foi ao seu Twitter oficial e desmentiu a notícia, afirmando que o anúncio foi feito sem a sua permissão. 

“Eu fiquei sabendo que, sem a minha permissão, a Alpine fez um anúncio no final desta tarde falando que eu vou correr por eles no ano que vem. Isso está errado e eu não assinei um contrato com a Alpine para 2023. Eu não vou correr pela Alpine no próximo ano.” Escreveu Piastri. 

Toda essa briga vem pouco depois de uma notícia que Piastri estaria fechando um acordo com a McLaren para a próxima temporada, pouco antes da Alpine ser surpreendida com a saída de Alonso. Com isso, a equipe francesa esperava colocar Piastri na vaga de Alonso, com Otmar Szafnauer afirmando que o australiano tem uma “obrigação contratual” para o ano que vem. 

A McLaren também teria questões para resolver se o acordo com Piastri fosse concretizado, já que Daniel Ricciardo e Lando Norris estão confirmados para a próxima temporada. Ricciardo seria o escolhido para sair, mas ele tem um acordo firmado para 2023, o que significaria que a McLaren teria que pagar uma multa rescisória para ele. 

Campeão da Fórmula 2 no ano passado, Piastri é da academia da Alpine, mas, com Esteban Ocon e Alonso com contratos, o australiano acabou ficando sem assento para esse ano. Várias equipes já foram especuladas para o australiano no ano que vem, incluindo a McLaren e a WIlliams, mas a Alpine não gostaria de liberá-lo de seu contrato. 

Com esse impasse, também existe a possibilidade de Piastri continuar sem um assento no próximo ano, apesar das vagas que devem abrir no próximo ano.