Conteúdo

Alex Palou faz xadrez estratégico e vence a primeira etapa da Indy 2021 em sua estreia na Chip Ganassi

18 de abril de 2021

(por Jefferson Castanheira)
 

O espanhol Alex Palou conquistou sua primeira vitória na Fórmula Indy. O piloto de 25 anos fez sua estréia na Chip Ganassi guiando o lendário número 10 da equipe, que antes fora de Dario Franchitti e, em sua segunda temporada na categoria, obteve uma vitória apoteótica com muita emoção nas voltas finais. Palou largou em terceiro e apostou em uma estratégia com uma parada a menos para tomar a ponta e fazer a Espanha vencer a primeira corrida na IndyCar Series desde Oriol Servia, em 2005, ainda pela CART, em Montreal.

Logo no começo da prova um “Big-One” digno da NASCAR: Josef Newgarden perdeu completamente o controle de seu Penske #2, rodou na pista e foi acertado por Colton Herta e Ryan Hunter-Reay, que ainda tiveram toques com Max Chilton, Felix Rosenqvist, Dalton Kellett, Rinus VeeKay, James Hinchcliffe e Jimmie Johnson. Aliás, o heptacampeão da NASCAR teve problemas em sua estreia na corrida, já que ainda rodou sozinho na pista e foi muito mais lento que o restante do pelotão, ficando duas voltas atrás do restante do certame. 

Pato O’Ward liderou a prova com veemência, mas as trocas de posição nas paradas de pit stop e as bandeiras amarelas bagunçaram o grid e abriram espaço para apostas e estratégias de cada equipe. Foi quando Alex Palou resolveu gastar mais tempo em suas paradas para abarrotar o carro de combustível e ir até o final da prova com uma parada a menos, guiando o carro com cautela, tomando a ponta e melhorando de desempenho conforme o combustível era consumido, tornando o carro mais rápido. Porém, com 7 voltas para o final, Alex Palou teve de jogar o carro para menor mistura de combustível para economizar até o fim, e viu Will Power crescer no retrovisor e colar no espanhol. A diferença caiu a ponto de ficar extremamente visual com menos de 0.5s separando os líderes, mas um erro de Will Power com duas voltas para o fim, sacramentou de vez a vitória de Palou, que conseguiu abrir do australiano e vencer pela primeira vez na categoria. Scott Dixon fechou o pódio em 3º, seguido de Pato O’Ward em 4º, Sebastien Bourdais em 5º. O ex-Fórmula 1, Romain Grosjean que havia largado em 7º fechou o Top-10 ficando em décimo. 

A maldição do carro número 10 da Chip Ganassi parece ter terminado com a vitória de Alex Palou. Desde Dario Franchitti, apenas Tony Kanaan e Felix Rosenqvist venceram – cada um uma vez – correndo com o 10#. 

A próxima etapa da IndyCar Series 2021 já é no próximo final de semana, direto do circuito de rua em St. Petesburg, numa etapa de 180 milhas e 100 voltas programadas.