Conteúdo

Alex Palou é resiliente, faz prova espetacular e vence o insano GP de Portland

12 de setembro de 2021

(por Jefferson Castanheira)


O espanhol Alex Palou teve uma performance espetacular apesar de tudo o que aconteceu com seu #10 da Chip Ganassi. Com a vitória, Palou retomou a liderança do campeonato, tirando-a das mãos de Pato O’Ward. Na largada da etapa de Portland, um acidente logo na curva 1 atrapalhou tudo, com praticamente todos os carros não conseguindo fazer o contorno após a reta principal. Alex Palou, que era o líder, foi fechado por Dixon após o neozelandês ser empurrado por Felix Rosenqvist. A reação em cadeia com esse contato aconteceu, e isso ocasionou o abandono do brasileiro Helio Castroneves após o choque com James Hinchfliffe, que também abandonou, além de envolvimentos de Romain Grosjean, Will Power, Ed Jones e Oliver Askew.

O acidente jogou Alex Palou para trás do pelotão, assim como também Scott Dixon, fazendo as Ganassis se prejudicarem fortemente. Pato O’Ward, que largou em sétimo e até a etapa de hoje era líder do campeonato, assumiu a ponta da prova. Palou tomou de estratégia atos de usar pneus que fariam o piloto parar menos nos boxes, assim como também foi feito por Dixon, e após muitas trocas e bandeiras amarelas dos abandonos de Olivier Askew, por exemplo, os dois pilotos se colocaram na briga pela vitória em uma corrida que o tempo todo teve trocas de ponta, como o fato de Pato O’Ward ter perdido ritmo e claro, a liderança, desde a volta 33. Os rendimentos dos carros com os pneus duros também foram chave. Graham Rahal teve muita chance de vencer a prova, mas seu carro não rendia absolutamente nada com os pneus de maior duração.

Com as bagunças, Alex Palou brotou na liderança a partir da volta 80, das 110 programadas. Com todas as estratégias de pit-stop, ultrapassagens e rendimento maior das Ganassi, Alex Palou conseguiu segurar Alexander Rossi em 2º, vencendo a prova de modo improvável. Scott Dixon chegou em 3º, seguido de Jack Harvey, Josef Newgarden, Felix Rosenqvist, Marcus Ericsson, Colton Herta, Scott McLaughlin e Graham Rahal fechando em 10º. Pato O’Ward, líder até então do campeonato, sofreu com a queda de rendimento de sua Arrow McLaren e terminou apenas em 17º. 

O campeonato ainda tem mais duas etapas, sendo elas já nos dois próximos domingos. Dia 19, direto do circuito de Monterrey, Laguna Seca, e terminando o campeonato nas ruas de Long Beach, dia 26. Neste momento, Alex Palou é o líder do certame com 477 pontos, seguido de Pato O’Ward com 452 e Josef Newgarden com 443.