Conteúdo

Agüero estreia, Coutinho marca, Ansu Fati dá show em seu retorno como titular e Barcelona vence o Valencia de virada

17 de outubro de 2021

(por Matheus Correia)

O Barcelona recebeu o Valencia pela 9ª rodada da LaLiga no Camp Nou, na tarde deste domingo (17). Com a volta de Ansu Fati no onze inicial, Ronald Koeman conseguiu sobrevida após uma boa atuação de sua equipe, que venceu o Valencia de virada por 3 a 1.

O Barça criou uma boa chance logo no primeiro minuto de partida. Em contra-ataque, Gavi acionou Ansu Fati na esquerda, e o camisa 10 da equipe catalã finalizou no lado de fora da rede, com a bola desviando na defesa do Valencia.

O torcedor da equipe mandante não teve nem tempo de ficar eufórico com a boa chegada do Barça; aos 5 minutos, o Valencia abriu o placar com um golaço de Gayà. Após escanteio cobrado na primeira trave, a defesa do Barcelona acabou afastando a bola de maneira estranha para a entrada da área. O capitão da equipe do Valencia chegou para pegar a sobra e mandou uma verdadeira bomba no fundo do gol de Ter Stegen. O goleiro alemão ainda chegou a encostar na bola, mas sem chances de impedir o tento da equipe visitante.

O Barcelona saiu mais para jogo após o gol sofrido, e ficou muito perto de empatar após boa jogada de Jordi Alba na esquerda, cruzando rasteiro para Serginho Dest na pequena área. Gayà estava na jogada e conseguiu realizar um corte providencial para evitar o gol.

Aos 13 minutos, Ansu Fati marcou um golaço e deixou tudo igual no Camp Nou. O camisa 10 do Barça iniciou a jogada na esquerda e tocou para Depay na entrada da área. O holandês apenas rolou de volta para Ansu, que deu um chute colocado espetacular no canto esquerdo de Jasper Cillessen.

Após o gol de empate, o Barcelona diminuiu o ritmo e viu o Valencia ter o domínio das ações em campo, algo que se demonstrou padrão nas últimas partidas da equipe de Ronald Koeman. Os visitantes trocavam passes muito bem e conseguiam levar perigo ao gol de Ter Stegen através de jogadas de contra-ataque. Já o Barça tinha dificuldade em chegar no gol novamente, já que as jogadas de criação passavam com frequência pelos pés de Depay, que estava bem marcado e não conseguia dar continuidade.

Apesar da performance abaixo do normal, Memphis foi o protagonista da virada do Barcelona. Aos 40 minutos, Ansu Fati iniciou uma bela jogada pelo meio, acionando Depay na entrada da área. O holandês fez o giro e encontrou Jordi Alba entrando em profundidade pela esquerda, que dey um excelente passe para Fati entrando em velocidade na pequena área. O camisa 10 sofreu contato de Gayà no momento da finalização, e o juiz Jesus Gil Manzano marcou a penalidade máxima.

Depay foi para cobrança e finalizou forte no canto esquerdo de Cillessen, que nem se mexeu. 2 a 1 para o Barcelona.

O primeiro tempo chegou ao fim e o Barcelona fez por merecer o resultado positivo, apesar de não ter dado um “show”. Ansu Fati foi o principal nome da primeira etapa, fazendo chover em campo no que foi sua primeira partida como titular desde novembro de 2020.

O Barça voltou para o segundo tempo criando uma boa jogada logo de cara; após boa troca de passes com Frenkie de Jong, Sergiño Dest encontrou Ansu Fati na esquerda, que conseguiu finalizar, mas viu Cillessen fazer uma defesaça e impedir o gol.

A equipe de Ronald Koeman se fechou e passou a ir com menos frequência ao ataque, dando espaço para o Valencia. A equipe de José Bordalás quase conseguiu o empate após uma bola na trave de Carlos Soler.

A pressão dos visitantes continuou: Gabriel Paulista saiu da zona defensiva e deu um belo passe para Gonçalo Guedes, que partiu em direção à área, livre de marcação, e finalizou forte contra o gol do Barça. Ter Stegen fez uma defesa espetacular, esticando seu braço esquerdo para impedir que a bola entrasse para o gol.

Ansu Fati foi substituído por precaução pela sua forma física, dando lugar a Philippe Coutinho aos 15 minutos da segunda etapa. Com o passar do tempo, era nítido que a equipe de Koeman havia recuado, mas a eficiência defensiva dava conta do recado e impedia que o Valencia crescesse em campo.

Já na reta final da partida, Coutinho marcou o gol que definiu o resultado do confronto. Sergiño Dest recebeu um passe ruim de Depay, mas conseguiu o domínio e fez uma bela jogada ao se livrar de dois marcadores no lado direito da grande área. O norte-americano encontrou o brasileiro completamente livre na pequena área, em uma falha de marcação bizarra da defesa adversária. Coutinho apenas empurrou a bola para o fundo do gol, marcando o terceiro tento da equipe catalã.

Logo após o gol, Dest saiu sob aplausos da torcida para a entrada do estreante Kun Agüero, que pouco conseguiu fazer nos seis minutos que ficou em campo.

Resultado: Barcelona 3 – 1 Valencia

Depois de muito tempo, o Barcelona de Ronald Koeman fez uma boa partida e conseguiu um bom resultado. Dá para dizer que Ansu Fati deu uma sobrevida para o técnico holandês, mas a verdade é que o Barça fez por merecer, além de que as mudanças táticas de Koeman surtiram um efeito muito positivo, como por exemplo a mudança de posição de Sergiño Dest, que jogou mais avançado.

Após ficar quase um ano sem figurar entre os onze titulares do Barcelona, Ansu Fati demonstrou o porquê de ser o herdeiro da camisa usada pelo maior jogador da história do clube. Fati é a luz no fim do túnel da equipe catalã, que espera um salto de produção e performance com a volta do jovem espanhol.