Conteúdo

Jogadas Inesquecíveis do Super Bowl – Prazer, Malcolm Butler

29 de janeiro de 2020

(por Felipe Tostes)
 

Quando pensamos no dia 1º de fevereiro, o que nos vem a mente? A inauguração do aeroporto internacional do Rio de Janeiro (Galeão) em 1952? Os nascimentos de Bóris Iéltsin (1º presidente da Rússia) em 1931, de Stéphanie de Monaco (filha do príncipe Rainier III e da princesa Grace Kelly) em 1965, ou até de Gabriel Batistuta (ex-futebolista argentino) em 1969? A resposta é não! Nosso primeiro pensamento é o Super Bowl XLIX, disputado entre o New England Patriots, campeão da AFC, contra o Seattle Seahawks, campeão da NFC.

Essa lembrança vem à tona graças a grandes jogadores que participaram daquela partida, e de ambos os lados. O ataque dos Patriots contava com Tom Brady, Rob Gronkowski, Julian Edelman e Danny Amendola. Já na defesa, Vince Wilfork, Rob Ninkovich, Jamie Collins, Dont’a Hightower, Darrelle Revis e Devin McCourty.

Pelos Seahawks as armas ofensivas eram Russell Wilson, Marshawn Lynch e Doug Baldwin, enquanto sua defesa extremamente forte e lembrada pela “Legion of Boom”, era formada por nomes como Michael Bennett, Bobby Wagner, Richard Sherman, Earl Thomas e Kam Chancellor.

Podemos resumir o jogo como extremamente equilibrado nos dois primeiros quartos, já que no período inicial nenhum time conseguiu pontuar, e no segundo, tanto Patriots quanto Seahawks anotaram dois touchdowns cada. Após o “Halftime Show” com a cantora Katy Perry, o time de Pete Carroll tomou as rédeas da partida e dominou completamente o terceiro quarto, assim abrindo duas posses de frente no placar, com outro touchdown e um field goal. Chegamos então aos últimos 15 minutos, momento em que os comandados de Bill Belichick cresceram de produção e conseguiram virar o jogo com dois touchdowns lançados por Tom Brady.

Nada disso até aqui importa, agora alcançamos o momento mais mágico daquela noite no “University of Phoenix Stadium”, após uma campanha que em menos de dois minutos o ataque de Seattle estava prestes a virar o jogo e levar seu segundo super bowl seguido para casa, numa primeira para goal a equipe precisava de 5 jardas para entrar na endzone, Lynch correu para 4 jardas, e então surgiu aquela segunda descida para uma jarda. A jogada eternizada do Super Bowl XLIX, foi protagonizada por um jogador que não foi citado até aqui, e aconteceu a partir do estranho passe de Wilson na direção de Ricardo Lockette, o cornerback dos Patriots, Malcolm Butler se antecipou ao receiver e conseguiu a interceptação, mais do que isso, assegurou que seu nome nunca mais fosse esquecido, além de selar a vitória e o titulo para o New England Patriots.

https://www.youtube.com/watch?v=U7rPIg7ZNQ8

Vale lembrar que Malcolm Butler não havia sido draftado em 2014 na NFL. E, logo na sua primeira temporada, conseguiu mostrar seu real valor e garantir o anel de campeão, seu grande feito foi tão reconhecido, que o MVP daquela final, Tom Brady (37/50 para 328 jardas e 4TDs), deu o carro que ganhou pelo titulo individual para o cornerback.