Conteúdo

Show dos times de LA, Harden 50+, ninguém para os Bucks e muito mais!

14 de dezembro de 2019
(por Vinicius Freitas e Maria Julia Ronchetti)
Confira tudo o que aconteceu na sexta-feira de muitos jogos na NBA:
Los Angeles Lakers 113 @ 110 Miami Heat
Jogando em casa mas sem dois jogadores importantes do seu elenco, Justise Winslow e Goran Dragic, o Miami Heat batalhou contra o Los Angeles Lakers até os últimos segundos.
Heat e Lakers protagonizaram um jogo com cara de playoffs, acirrado e com placar equilibrado, mas o time da Florida não conseguiu manter sua série de invencibilidade em casa, perdendo por um placar de 113 x 110 para os visitantes.
No primeiro tempo, o Miami apostou na movimentação rápida de bola, paciência, deslocamento constante e uma produção ofensiva o que aumentou bastante o percentual de aproveitamento do time, o que resultou com que o time de South Beach saísse para o intervalo com 8 pontos na frente do seu rival. LeBron James acabou cometendo 7 turnovers neste primeiro tempo, devidamente aproveitados pelo Heat, que acabou convertendo 18 pontos em cima de tais erros.

No primeiro quarto o Heat trabalhou com a defesa individual, mas já no segundo a defesa em zona entrou em ação, fechando mais o garrafão e tirando o volume da dupla principal, LeBron James e Anthony Davis, deixando mais livre jogadores como Kentavious Caldwell-Pope e Rajon Rondo. Junto disso, o banco do Miami entrou muito bem no jogo, anotando um total de 29 pontos combinados, o que fez com que o time não ficasse só na dependência da sua estrela Jimmy Butler, e assim o Miami conseguiu abrir uma diferença de 14 pontos de vantagem no segundo quarto.

Após o intervalo o técnico do Lakers Frank Vogel fez os ajustes necessários e o time do Lakers reagiu, voltando para o jogo trabalhando principalmente com sua defesa agressiva. Assim sua dupla de estrelas conseguiu se soltar, caracterizando um jogo onde tipicamente LeBron James e Anthony Davis juntos fizeram a diferença em quadra. Quando os dois estavam presentes em ação ao mesmo tempo, o LA Lakers tinha +17, sem o LeBron, -6, e sem o Davis, -8.
O jogo seguiu emocionante até o final e só foi decidido nos últimos segundos e com a possibilidade de ir para a prorrogação com uma bola de 3 pontos não convertida de Jimmy Butler no estouro do cronometro.

Butler liderou o Miami com 23 pontos, seguido de Derrick Jones Jr com 17, e o novato Kendrick Nunn novamente fazendo uma ótima participação com 16 pontos e direito a enterradas. Kelly Olynyk teve 15 pontos e Bam adebayo somou mais 12 pontos e mais 12 rebotes para o time. Já para o time da California, além da sua dupla principal de LeBron James anotando 28 pontos, 9 rebotes e 12 assistências (ficando a  rebote do Triplo-Duplo) e Anthony Davis com 33 pontos, 10 rebotes e 3 tocos, o time também contou especialmente com outros jogadores que fizeram a diferença, como Kentavious Caldwell-Pope, que marcou uma cesta de 3 importantíssima no último quarto e foi clutch nos lances livres. KCP terminou a noite com 15 pontos e com aproveitamento de 6-9 de arremessos de quadra.
Outro destaque da noite fica para o pivô JaVale McGee, com 9 pontos,10 rebotes e incríveis 5 tocos em 17 minutos!
O Los Angeles Lakers ampliou suas vitórias fora de casa para 13 consecutivas.

Los Angeles Clippers 124 @ 117 Minnesota Timberwolves
Outra dupla difícil de parar é Paul George e Kawhi Leonard, e nessa noite de sexta feira não foi diferente. Mesmo jogando fora de casa, os dois conduziram o Los Angeles Clippers para mais uma vitoria incrível frente ao Minnesota Timberwolves por 124 x 117. Em sua quarta vitoria consecutiva, o LA Clippers chega a marca de 20 vitorias em 27 jogos e seguem firme na vice-liderança da conferencia oeste, só ficando atras do Los Angeles Lakers.

A dupla de estrelas dos Clippers anotou 88 pontos, fazendo dessa atuação a melhor marca deles juntos até então. Também foi a primeira vez na historia da franquia que dois jogadores fazem pelo menos 40 pontos na mesma partida. (Curiosamente a última vez que isso aconteceu na NBA também envolveu Paul George na temporada passada jogando pelo Oklahoma City Thunder, quando o jogador anotou o feito junto com seu ex-parceiro de equipe Russell Westbrook).

Kawhi Leonard fez os dois melhores quartos de sua carreira com 31 pontos. Leonard terminou o jogo com 42 pontos no total e 11 rebotes, apenas 4 a menos que George, que foi o cestinha do jogo com 46 pontos. Montrezl Harrell, com 18 pontos, também ajudou a liderar o time para a vitória, uma vez que o time de LA não contou com a presença de Patrick Beverley que sofreu uma concussão no jogo passado e Lou Williams que também está fora com lesão na panturrilha direita.

Já para Minnesota, o resultado desfavorável representa a sétima derrota consecutiva na temporada regular da NBA.
No segundo tempo, o Wolves mostraram bastante poder de recuperação, chegando tirar 22 pontos de diferença do placar. Entretanto, forçaram muitas bolas de três que não estavam caindo e cometeram erros cruciais que impediram a virada em casa.
Os Timberwolves tiveram como destaque Karl-Anthony Towns (39 pontos e 12 rebotes),que foi peça chave na reação do time no último quarto, anotando 17 pontos nos últimos 12 minutos, o jogador conseguiu seu decimo oitavo duplo-duplo na temporada, e seu sétimo jogo com pelo menos 30 pontos. Seguido por Andrew Wiggins, com 34 pontos, o canadense ex-número 1 do Draft, está em sua sexta temporada da NBA e, com certeza, essa é a sua melhor temporada até então.

New Orleans Pelicans 109 @ 116 Philadelphia 76ers 
Apesar dos 10 jogos sem vencer, os Pelicans tiveram um bom jogo contra uma das principais equipes do Leste e venderam caro a derrota. Brandon Ingram (32pts, 6reb) liderou a equipe, mas não foi o suficiente para vencer o time da Pennsylvania. Tobias Harris (31pts, 5reb, 2ast), Joel Embiid (24pts, 11reb, 5ast, porém 37% nos arremessos em quadra apenas) e Ben Simmons (24pts, 3reb, 11ast, 3stl, 2blk) tiveram grande atuação e garantiram a vitória diante de sua torcida, afirmando seu favoritismo contra uma das equipes com piores sequências de derrotas na temporada.
Indiana Pacers 110 @ 100 Atlanta Hawks
Em mais um desempenho coletivo de altíssimo nível, os Pacers conseguiram uma vitória segura jogando fora de casa. Com sete jogadores pontuando acima dos 10 pontos, os Pacers se mantiveram na frente do placar durante todo o jogo e apesar do bom terceiro quarto dos Hawks, a gordura feita na primeira metade foi o suficiente para bater um dos lanterninhas do Leste. Malcolm Brogdon (19pts, 8reb, 12ast), Domantas Sabonis (18pts, 4reb, 2stl) e Doug McDermott (16pts) foram os principais pontuadores dos Pacers. Pelo lado dos Hawks, Trae Young (23pts, 7reb, 8ast) segue sendo o principal nome da equipe, e apesar do bom desempenho de Jabari Parker (20pts, 6reb) e De'Andre Hunter (21pts), a equipe ainda peca muito na defesa, e quase todo jogo sofre apagões tomando diferenças de 15/20pts, o que nesse jogo também acabou ocorrendo e resultando em mais uma derrota na temporada.
Charlotte Hornets 83 @ 73 Chicago Bulls
No jogo mais feio da noite, os Hornets foram menos piores e conseguiram não perder dos Bulls fora de casa. Com 38% de acerto nos arremessos de quadra (!) e com Devonte' Graham (16pts, 5reb, 7ast, 3stl e 28% apenas nos arremessos de quadra) como maior pontuador do jogo, os Hornets se mantém na briga por uma das últimas vagas dos playoffs no Leste. Os Bulls tiveram 30% de acerto nos arremessos em quadra, seus maiores pontuadores foram Zach LaVine (12pts, 8reb) e Ryan Arcidiacono (12pts). Porém, pouco se pode falar das qualidades das equipes nessa partida, pois me arrisco a dizer que esse foi até agora o pior jogo da temporada tecnicamente.
Houston Rockets 130 @ 107 Orlando Magic
Em mais uma noite inspiradíssima de James Harden (54pts, 5reb, 7ast, 2stl, 3blks e 61% nos arremessos em quadra), os texanos tiveram 56% de acerto nos arremessos de 3 pontos (22/39) e, apesar da primeira metade do confronto bem equilibrado, os Rockets ainda tiveram Russell Westbrook (23pts, 7reb, 6ast) sendo um bom "coadjuvante" e Ben McLemore (18pts) contribuindo muito bem para a vitória fora de casa. O Magic, que ainda não conta com Nikola Vucevic, vem fazendo bons jogos contra as grandes equipes da liga, mas ainda falta um jogador de alto calibre para liderar a equipe, apesar do ótimo jogo coletivo e equilibrado do time. Evan Fournier (27pts, 2stl) e Aaron Gordon (21pts, 6reb, 4ast) foram os principais nomes da equipe na noite, mas não é nada fácil vencer a dupla de Houston em dia inspirado.
Golden State Warriors 106 @ 114 Utah Jazz
Em mais um confronto equilibrado e com os visitantes surpreendendo, o Jazz também foi uma das equipes favoritas da noite a ter muita dificuldade para vencer seu jogo. Com 56 @ 49 a favor, os Warriors não conseguiram segurar os anfitriões depois do intervalo, que vieram com tudo e venceram os dois períodos seguintes com boa diferença no placar. Bogdan Bogdanovic (32pts, 4reb) e Donovan Mitchell (28pts, 4reb) foram os principais nomes ofensivos da equipe, mas o time depois do "break" melhorou também sua defesa, e conseguiu dificultar bastante as jogadas de infiltração dos Warriors.
Mesmo sem Draymond Green e Eric Paschall, os Warriors contaram com boas atuações de Alec Burks (24pts, 5reb), Damion Lee (21pts), D'Angelo Russell (18pts, 4ast, 3stl) e Marquese Chriss (12pts, 13reb, 5ast, 2blk), e apesar da pior campanha na liga, a equipe vem montando um ótimo elenco de apoio para a volta de suas estrelas na próxima temporada, caso mantenha a base.
New York Knicks 103 @ 101 Sacramento Kings
Em outro confronto equilibrado da noite, os Knicks surpreenderam e conseguiram sua sexta vitória na temporada. Os Kings venceram o primeiro quarto por 32 @ 20, e no segundo período conseguiram manter boa vantagem, indo para o intervalo com 54 @ 45 a favor, e tudo indicava que a equipe não teria dificuldades para vencer o lanterninha do Leste na noite. Porém, no último quarto, os Knicks tiveram ótima atuação defensiva, e conseguiram anular as jogadas de garrafão dos anfitriões, neutralizando Richaun Holmes e Marvin Bagley III para vencerem o período derradeiro por 31 @ 21, abrindo ainda nos segundos finais 103 @ 98, derrotando uma das equipes ascendentes da última semana. Julius Randle (26pts, 9reb), Elfrid Payton (16pts) e Mitchell Robinson (14pts, 9reb) foram os principais nomes da equipe nova-iorquina. Buddy Hield (34pts, 12reb) em mais uma grande atuação liderou a equipe, mas grande parte de seus companheiros não acompanhou o desempenho do jogador, e a equipe sofreu uma derrota dolorosa diante de sua torcida.
Milwaukee Bucks 127 @ 114 Memphis Grizzlies
Apesar de mais uma vitória na temporada, os Bucks tiveram muita dificuldade em vencer a aguerrida equipe do Tennessee. Mesmo sem Ja Morant, a equipe teve outro líder na noite, Jaren Jackson Jr (43pts, 5reb), e além disso contou com as boas atuações de Dillon Brooks (19pts) e Jae Crowder (15pts, 11reb, 4ast). Os Grizzlies fizeram um primeiro tempo muito equilibrado, e mantiveram o placar próximo, onde perdiam por 64 @ 62 apenas. No terceiro período a equipe teve grande atuação e conseguiu tomar a frente do marcador, terminando na dianteira por 95 @ 90. Mas, no último período, os Bucks mostraram porque estão com uma sequência tão longa de vitórias consecutivas, e em grande atuação coletiva, venceram a última parcial por 37 @ 19, com destaques maiores para Giannis Antetokoumnpo (37pts, 11reb) e Khris Middleton (26pts). Apesar da derrota vale ressaltar a atuação digna dos anfitriões, pois poucas equipes na liga conseguiram deixar os Bucks em situação desconfortável durante grande parte do jogo.