Conteúdo

Westbrook e Harden decidem para Houston, Pacers vencem Knicks de forma apertada, massacre de Dallas e muito mais!

8 de dezembro de 2019
(por Vinícius Freitas)
Phoenix Suns 109 @ 115 Houston Rockets
Os Suns começaram melhores, com bom aproveitamento nos arremessos de 3 pontos, e conseguindo anular bem James Harden (que terminou a primeira metade da partida com apenas 8 pontos), vencendo o primeiro quarto por 31 @ 23. Com isso, os Rockets mudaram a tática, e começaram a explorar mais o seu outro astro, Russell Westbrook, que estava em noite inspirada, e conseguiu colocar o Houston de volta na partida. Os Rockets tomaram a frente do placar indo para o intervalo com 60 @ 52 a favor.
O jogo manteve um equilíbrio, com Westbrook e McLemore atuando bem pelos Rockets, enquanto Booker  e Rubio lideravam os Suns, com contra-ataques rápidos e um bom duelo nos arremessos de 3 pontos, mas com os Rockets ainda na frente, com 83 @ 78 no placar.
O jogo se manteve equilibrado até o final, mas o diferencial no período derradeiro da partida foi James Harden. O barba fez 19 pontos no período e garantiu a vitória de sua equipe junto com as boas atuações de McLemore e Westbrook. Os Suns fizeram boa partida, mas em dia inspirado de Westbrook e Harden, a equipe não conseguiu ter o jogo coletivo suficiente para superar as estrelas texanas.
Destaques da partida
HOU: Russell Westbrook (24pts, 14reb, 11ast, 3stl, 2blk), James Harden (34pts, 3stl) e Ben McLemore (27pts)
PHO: Devin Booker (35pts, 5ast), Ricky Rubio (10pts, 13ast) e Dario Saric (13pts, 12reb, 5ast)
.
Indiana Pacers 104 @ 103 New York Knicks
No jogo mais equilibrado da noite, Pacers vencem por ineficiência dos Knicks e mantém ascensão no Leste.
As equipes estavam explorando muito as jogadas de infiltração, e os Knicks tiveram bom início e dominaram grande parte do primeiro quarto, com boas jogadas de RJ Barrett e Julius Randle, mas aos poucos os Pacers foram encostando e ainda conseguiram virar a partida, terminando o primeiro período com 32 @ 27 a favor e com destaque para Sabonis e Warren. A partida seguia muito equilibrada e as equipes trocaram a liderança do placar algumas vezes, mas os Pacers mantiveram a dianteira e foram para o intervalo com 66 @ 60.
O jogo pós-intervalo continuou intenso, porém, os anfitriões começaram a ter dificuldades nas jogadas de garrafão, e os Pacers mantinham a vantagem no placar, chegando a abrir 10 pontos no começo do último quarto.

Depois da entrada de Marcus Morris, os Knicks encostaram e chegaram a empatar o jogo em 98 @ 98, só que os Pacers atacavam com boas trocas de passes e abriram 104 @ 100, restando 5 minutos para o final do jogo. Depois disso o confronto ficou desesperador, não só para os jogadores, mas também para aqueles que assistiam, pois nesse tempo restante, tivemos apenas uma cesta de 2 pontos de Marcus Morris, quando faltava cerca de 1:30 para o fim da partida, e, no último lance, Julius Randle sofreu falta dentro do garrafão, e tinha dois lances livres, podendo empatar a partida e tentar a vitória na prorrogação, mas o pivô acertou o primeiro e errou o segundo, selando a derrota do seu time e mostrando também que mesmo depois da saída de David Fizdale, nada mudou em New York. Mesmo Indiana ficando 5 minutos sem pontuar com uma vantagem de apenas 4 pontos no placar foi o suficiente para vencer o lanterninha da Conferência Leste e pior equipe da liga no momento.

Destaques da Partida
IND: Domantas Sabonis (19pts, 15reb, 2blk), T.J. Warren (25pts), TJ McConnell (6pts, 11ast)
NYK: Julius Randle (16pts, 12reb), Marcus Morris (25pts), Mitchell Robinson (14pts, 7reb, 3blks)
.
Memphis Grizzlies 112 @ 126 Utah Jazz
Com um primeiro período muito equilibrado e um bom duelo entre as equipes, Memphis foi melhor coletivamente e conseguiu uma pequena vantagem, vencendo por 36 @ 32. Os Grizzlies erraram muito na segunda etapa e a equipe de Utah, liderada por Donovan Mitchell, conseguiu abrir boa vantagem, contando com boas atuações de Gobert, Jeff Green e Bodganovic e indo para o intervalo com 69 @ 54 a favor.
Após o intervalo o jogo seguiu controlado pelos anfitriões, e a equipe de Memphis, que não contou com a presença de Ja Morant, teve ótima atuação de Jaren Jackson Jr. mas não conseguiu diminuir a desvantagem no placar, sofrendo mais uma derrota na temporada. Apesar do adversário desfalcado, Utah fez uma partida coletiva muito boa e não teve grandes dificuldades para somar mais uma vitória na sua jornada.
Destaques da partida
UTA: Donovan Mitchell (22pts), Joe Ingles (12pts, 10ast, 4stl), Rudy Gobert (19pts, 11reb, 5ast), Jeff Green (19pts) e Bojan Bogdanovic (19pts)
MEM: Jaren Jackson Jr. (26pts) e Jae Crowder (13pts, 3stl)
.
Cleveland Cavaliers 94 @ 141 Philadelphia 76ers
Com o jogo decidido já no intervalo (CLE 36 @ 77 PHI), a franquia de Ohio segue sem esperanças de um futuro melhor e, apesar de contar com alguns bons nomes no seu elenco, como Collin Sexton e Kevin Love, a equipe não tem peças de rotação para manter o nível desses jogadores, e a tendência é a equipe continuar sendo um dos sacos de pancadas da liga. Os anfitriões não tiveram dificuldade nenhuma para vencerem os Cavaliers, que praticamente não tinham resistência na defesa. Com isso a equipe de Philly aproveitou para colocar boa parte de seus suplentes no terceiro período, descansando seus titulares, e mesmo assim a equipe continuou pontuando e garantiu uma das maiores vitórias na temporada.
Destaques da partida
PHI: Ben Simmons (34pts, 7ast, 2stl, 2blk), Mike Scott (21pts, 6reb) e Trey Burke (21pts, 8ast, 4stl)
CLE: Darius Garland (17pts, 5reb)
.
New Orleans Pelicans 84 @ 130 Dallas Mavericks
Na outra surra da noite, os Mavericks tiveram grande atuação depois do intervalo e conseguiram se manter como melhor equipe ofensiva da temporada. Diferentemente dos Cavs, os Pelicans, apesar de estarem em desvantagem no placar, mantiveram um jogo equilibrado em boa parte da primeira metade, mas um pouco antes do intervalo, liderados por Doncic e Tim Hardaway Jr., os anfitriões tiveram uma boa sequência de pontuação e conseguiram ir para a segunda metade do jogo com 64 @ 52 a favor. Mas no terceiro quarto os Mavericks exploraram muito bem Marjanovic nas jogadas de garrafão e contaram com boa atuação de suas peças de rotação para fazerem 40-14 no período, indo para o último quarto com 104 @ 66 no placar e garantindo mais uma vitória para o melhor ataque da liga.
Destaques da partida
DAL: Luka Doncic (26pts, 6reb, 9ast) e Boban Marjanovic (15pts, 16reb, 2blk)
NOP: JJ Redick (15pts), Brandon Ingram (14pts), e Jrue Holiday (14pts)