Conteúdo

Bucks amassam Clippers, Boston demonstra força e prorrogações. Confira como foi a noite de sexta na NBA!

7 de dezembro de 2019

(por Cassiano Pinheiro)

 

Saiba tudo o que aconteceu nos jogos da última sexta na NBA:

 

Los Angeles Clippers 91 x 119 Milwaukee Bucks

Uma demonstração de força! Foi isso que os Bucks fizeram ontem no duelo contra os Clippers. Jogando em casa contra um dos principais, senão o principal favorito ao título, os Bucks mostraram que não estão para brincadeira e que podem encarar qualquer time da liga frente a frente. A data era especial para Giannis Antetokoumpo, o atual MVP da NBA completava 25 anos de idade e quem ganhou o presente foi a torcida de Milwaukee.

No começo do jogo os Clippers até conseguiram equilibrar, mas logo no fim do primeiro quarto os Bucks dispararam terminando a parcial simplesmente com o dobro de pontos dos adversários (30-15). No segundo período os Clippers se recuperaram cortando um pouco a vantagem, mas mesmo assim o time não estava encaixado e padecia diante da marcação e dos tiros certeiros de três dos Bucks. Mas o show começou mesmo após a metade do terceiro quarto, Giannis e seus companheiros imprimiram um ritmo alucinante e os Clippers ficaram totalmente perdidos, Milwaukee castigava hora do perímetro com seus bons chutadores (Khris Middleton, Wesley Matthews e Pat Connaughton), hora com as infiltrações e enterradas de Giannis. O pivô de Los Angeles, Ivica Zubac, vai sonhar com Giannis de tanta enterrada que levou, a marcação dos Clippers simplesmente não achou os Bucks em quadra. O time abriu quase quarenta pontos e aí os titulares saíram porque já estava tudo decidido.

Essa foi a 14ª vitória consecutiva dos Bucks que lideram com folga a Conferência Leste.

 

Los Angeles Lakers 136 x 113 Portland Trail Blazers

 

 

Os Lakers viajaram até Portland e não tiveram muitos problemas para baterem os Blazers. Problemas aliás é o que não falta para a franquia do Oregon, depois de um começo muito fraco de temporada os Blazers foram buscar Ca, mmelo Anthony como uma forma de melhorar o time que sofria com fracas atuações e lesões, Carmelo chegou e vem contribuindo com o time mas, justamente quando a equipe começa a entrar nos eixos, acaba perdendo um importante jogador da rotação. Ainda no primeiro quarto, após pegar um rebote e iniciar  um contra-ataque Rodney Hood caiu sentindo o tornozelo esquerdo, Hood saiu do jogo na hora e depois a notícia veiculada foi que uma ressonância magnética confirmou uma torção do tendão de aquiles, e configurou um desfalque que será sentido pelos Blazers.

O principal destaque do jogo foi Anthony Davis que teve uma de suas melhores atuações na temporada com 39 pontos e 9 rebotes. Os Lakers engataram a terceira vitória seguida e lideram o Oeste com tranquilidade.

 

Golden State Warriors 100 x 98 Chicago Bulls

Depois de duas vitórias seguidas os Bulls alcançaram a proeza de perderem para o Golden State Warriors e o pior, foi o segundo duelo entre as franquias nessa temporada e o segundo revés sofrido por Chicago. Os Warriors tem uma campanha de 5-19 e praticamente 50% de suas vitórias foram obtidas diante dos Bulls.

O principal destaque do lado vencedor foi Glenn Robinson III, o ala-armador jogou por quase 34 minutos e foi o cestinha do time com 20 pontos. Pelo lado dos Bulls Zach LaVine e Lauri Markkanen combinaram para 42 pontos.

 

Indiana Pacers 101 x 108 Detroit Pistons

Ótimo resultado dos Pistons diante do forte Indiana Pacers. Depois de muito tempo finalmente os Pistons venceram um time que é claramente melhor, os comandados de Dwayne Casey tiveram que se superar e contaram com uma excelente atuação de sua principal estrela Blake Griffin que terminou a partida com 25 pontos (3 bolas de 3), uma delas muito importante, com cerca de 40 segundos para o fim e com o placar empatado. Outro que foi muito bem é o sempre consistente Andre Drummond, duplo-duplo monstruoso para o pivô, com 25 pontos e 22 rebotes.

Os Pacers foram competitivos e brigaram até o fim, mas o último quarto de Detroit foi muito bom, o time foi decisivo e certeiro para matar o jogo e conseguir um importante triunfo que pode trazer mais confiança na busca de uma vaga nos playoffs.

 

Washington Wizards 103 x 112 Miami Heat

Apesar de fazer uma campanha ruim (7-14) os Wizards vem dando trabalho para os adversários e vendendo caro as derrotas, foi assim novamente na noite de ontem, na American Airlines Arena, em Miami. Após um jogo muito equilibrado, foi somente nos minutos finais que o Heat conseguiu deslanchar e assegurar a nona vitória seguida em casa. Somente Heat, Celtics e 76ers permanecem invictos em seus domínios.

O destaque dos Wizards foi mais uma vez Bradley Beal, sem muita ajuda Beal vem fazendo sua melhor temporada da carreira em pontos e assistências. Do lado de Miami a dupla Jimmy Butler e Bam Adebayo se sobressaíram aos demais. Butler, o cara da franquia chegou ao triplo-duplo após marcar 28 pontos, pegar 11 rebotes e dar 11 assistências. Já Adebayo contribuiu demais no poste baixo com 24 pontos e 14 rebotes.

 

Denver Nuggets 95 x 108 Boston Celtics

 

 

Os Celtics receberam os Nuggets no TD Garden e conseguiram manter a invencibilidade em casa nessa temporada, agora são nove vitórias e nenhuma derrota em seus domínios. Assim como os Bucks, os Celtics também deram uma grande demonstração de força, jogando contra um forte adversário do Oeste que aliás já tinha batido Boston nessa temporada, o time jogou muito bem, dominou o jogo praticamente de ponta a ponta e não deu muitas chances para que Denver pudesse fazer algo de diferente para vencer o duelo.

Nikola Jokic que vinha pontuando pouco dessa vez veio para o jogo bem e marcou 30 pontos, sua melhor pontuação até aqui nessa temporada. No entanto todos os outros principais jogadores do time estavam em uma noite para esquecer. Pelo contrário Boston trouxe tudo para a quadra e a dupla Tatum-Brown foi o destaque, os jovens combinaram para 47 pontos.

Essa foi a terceira vitória seguida de Boston que ocupa a segunda posição do Leste, enquanto os Nuggets são o terceiro do Oeste.

 

Sacramento Kings 104 x 105 San Antonio Spurs

Mais um jogo que foi para a prorrogação na noite de ontem. Kings e Spurs travaram um duelo decidido nas últimas posses de bola. Ainda no tempo normal os Kings venciam por 100-97 e, faltando somente 4 segundos para o fim do certame, Marco Belinelli, sempre muito bom do perímetro tratou de mandar um baita arremesso para empatar o jogo e levar para a prorrogação. No tempo extra Dejounte Murray anotou um bonito jump-shot a média distância para deixar o placar em 105-104. Os Kings tiveram a chance de vencer o relógio, mesmo com alguns segundos e duas posses de bola os arremessos não foram certeiros e a vitória ficou com San Antonio.

Essa foi a segunda vitória seguida dos Spurs que ultrapassaram Sacramento e subiram para a 10ª posição na Conferência Oeste.

 

Orlando Magic 93 x 87 Cleveland Cavaliers

O pior jogo da noite coube a Magic e Cavaliers, bom... também não é nenhuma supresa. O jogo foi em Cleveland, mas quem levou a melhor foram os visitantes que contaram com boas atuações de Terrence Ross (21 pontos) e Evan Fournier (18 pontos). Os Cavs conseguiram se manter vivos até os segundos finais, até que Aaron Gordon decidiu o jogo com mais uma de suas grandes enterradas para abrir 5 pontos de vantagem no placar e decidir a parada. Orlando vem em uma crescente, são 4 vitórias seguidas e a oitava posição do Leste.

 

Brooklyn Nets 111 x 104 Charlotte Hornets

Os Nets atuaram mais uma vez sem Kyrie Irving, o time já está começando a se acostumar, se bobear é capaz de Kevin Durant jogar mais minutos que o “Uncle Drew” nessa temporada. Brincadeiras a parte os Nets conseguiram uma importante vitória fora de casa. Seis jogadores tiveram dígitos duplos de pontuação, entre eles o principal destaque foi Joe Harris, que apesar de ter sofrido um lindo crossover de Terry Rozier,  contribuiu com 22 pontos (cestinha do time), sempre com a pontaria certeira, Harris converteu 6 bolas de 8 tentativas do perímetro, um aproveitamento absurdo.

Pelos Hornets os destaques foram os jovens PJ Washington e Devonte Graham, eles combinaram para 43 pontos e seguraram o time competitivo no jogo até o fim. Esses dois aliás foram objeto de análise dos nossos comentaristas no nosso último episódio do PlaymakerCast, podcast da Playmaker Brasil que você pode escutar nas principais plataformas de streaming.

 

Minnesota Timberwolves 127 x 139 Oklahoma City Thunder

 

 

Ótimo jogo em Oklahoma, os times travaram um duelo equilibrado e comandado pelos seus armadores. Os homens do back-court deram as cartas do jogo, pelos Wolves Jeff Teague marcou 32 pontos (16 somente no terceiro período), já por OKC o trio Chris Paul, Shai Gilgeous-Alexander e Dennis Schroder combinou para 84 pontos.

O final da partida foi emocionante, quando tudo se encaminhava para uma vitória dos Wolves o jogo virou... Poucos segundos antes do fim Chris Paul errou um arremesso, no ataque seguinte Minnesota sofreu a falta. O placar apontava 121 x 120 a favor dos Wolves com 1.1 segundo por jogar. Karl-Anthony Towns errou o primeiro lance livre e converteu o segundo. Bom... 1 segundo por jogar perdendo por dois pontos e com a saída de bola na quadra de defesa, não restava muito o que fazer, mas Steven Adams e Dennis Schroder discordavam disso, Adams deu um passe de futebol americano para Schroder do outro lado da quadra, ele se desvencilhou da marcação de Teague e converteu a cesta para levar a partida perdida para a prorrogação. No overtime Minnesota já estava destruído mentalmente, depois de deixar escapar um triunfo tão certeiro e acabou sucumbindo, marcando somente 5 pontos e sendo derrotado.