Conteúdo

Ryan Tannehill e Derrick Henry dão show e Titans massacram Jaguars em Nashville

24 de novembro de 2019

(por Gabriel Mott)

 

Os rivais de divisão Titans e Jaguars entraram em campo nesse domingo, no Nissan Stadium, em Nashville, buscando a vitória para continuarem respirando na luta por uma vaga nos playoffs, já que fazem parte da equilibrada AFC South, liderada pelos Texans e com os Colts no seu encalço.

Os Titans vêm para jogo animados após a excelente vitória contra o Kansas City Chiefs e descansados pelo bye da rodada anterior. Com Ryan Tannehill jogando muito mais do que se esperava dele, o ataque dos Titans parece não sentir a mínima falta de Marcus Mariota, que deve estar atualizando seu currículo para a temporada de 2020.

Já pelos lados da Florida, os Jaguars levaram duas surras no últimos 2 jogos (26 x 3 para os Texans e 33 x 13 para os Colts), acabando de vez com a MinshewMania e vendo Nick Foles manter o baixíssimo nível que seu substituto vinha tendo, e perder mais uma para um rival de divisão e, praticamente, dar adeus a temporada.

 

1º Quarto

O previsível acontece no primeiro quarto, e tanto Jaguars quanto Titans apostam todas as suas fichas em seus running backs, Leonard Fournette e Derrick Henry. Cerca de 80% dos snaps caem nas mãos deles, e as defesas, já sabendo da tática adversária, conseguem anular os ataques. Os Titans ainda poderiam ter marcado um lindo TD em lançamento de Tannehill para Henry se não houvesse uma falta de holding ofensivo na jogada, anulando o lindo lance.

 

2º Quarto

O segundo quarto começa com a defesa dos Jaguars engolindo Tannehill com direito a um strip sack sofrido na red zone de Yannick Ngakoue, mas a inoperância ofensiva de Foles e a muralha que a linha defensiva dos Titans colocou na linha de scrimmage não permitem que o ataque da franquia da Flórida avance. E já que Henry não dá conta do recado, Tannehill usa as próprias pernas para correr 21 jardas e cruzar a endzone pela primeira vez no jogo.

Atrás no placar, Foles é forçado a mudar a estratégia de ataque, equilibrando mais o jogo entre Fournette e seus recebedores Conley, Wetsbrook e Chark Jr, com isso, permite que sua equipe marque através de um field goal de 49 jardas convertido por Josh Lambo, reduzindo a desvantagem. E ainda tivemos tempo para um punt para cada lado antes do fim do segundo quarto.

Intervalo: Jaguars 3 – 7 Titans

 

3º Quarto

Se você esperava que a segunda metade repetiria o marasmo do começo jogo, se enganou redondamente, e os Titans voltaram do intervalo virados no Jiraya, marcando impressionantes 4 TDs em 8 minutos, massacrando os Jaguars ao melhor estilo Blitzkrieg. O primeiro TD do terceiro quarto veio em passe de uma jarda de Tannehill para o RT Dennis Kelly, após lindo lançamento para AJ Brown. O segundo TD veio em linda corrida de 74 jardas de Derrick Henry, que mais parecia desfilar em uma passarela, pois não foi importunado enquanto cruzava o campo inteiro com a bola debaixo dos braços.

 

 

O terceiro veio através de um fumble recuperado durante o retorno de punt e concluído em corrida de 7 jardas de Henry. E para finalizar o massacre, outra linda jogada da dupla Ryan Tannehill-AJ Brown para ganho de 65 jardas. Para reduzir o vexame, os Jaguars marcam seu TD de consolação em corrida de uma jarda de Fournette com direito a conversão de 2 pontos de Foles para TJ Chark.

 

4º Quarto

E o último quarto começa com um fio de esperança para os Jaguars, pois Derrick Henry sofre fumble, recuperado por Abry Jones, e na sequência Foles comanda seu ataque para que novamente Fournette cruze a endzone em jogada de uma jarda, mas dessa vez falhando na conversão de 2 pontos. Na base do desespero os Jaguars tentam um onside kick que acaba indo para os Titans. Tannehill não perdoa e novamente marca um TD com as próprias pernas em corrida de 3 jardas, praticamente batendo os pregos no caixão da desanimada franquia da Flórida, que ainda teve um último suspiro para converter um field goal de 50 jardas, mas que de nada adiantou e nem reduziu a humilhação que passou em Nashville.

 

Final: Jacksonville Jaguars 20 – 42 Tennessee Titans