Conteúdo

Kawhi lidera vitória dos Clippers sobre os Raptors, Griffin volta com derrota e Green é expulso. A segunda-feira da NBA

12 de novembro de 2019

(por Natassjia Monteiro)

 

Saiba o que aconteceu na rodada da NBA do dia 11 de novembro:

 

Toronto Raptors 98 x 88 Los Angeles Clippers

Quem vê o resultado da partida não imagina o Jogo, com jota maiúsculo. O primeiro encontro de Kawhi Leonard com seu ex-time, no qual foi campeão na temporada passada. O astro anotou 12 pontos, 11 rebotes e 9 assistências, além de 3 roubos de bola.

O embate foi uma briga de defesas, Doc Rivers, técnico da equipe californiana alegou que o ataque é bom, mas não melhor que a defesa de seu time. Os Raptors deram conta do recado e jogaram extremamente bem defensivamente. Ambos times conseguiam abrir uma certa vantagem, mas em questão de minutos o outro time revertia a situação. De ‘run’ em ‘run’ o jogo foi tomando forma no final, o fator principal, além dos pontos anotados pelo banco do Clippers, foram os rebotes, totalizando 66 a 38 para a equipe anfitriã. Landry Shamet deixou a partida no terceiro quarto, sentindo seu tornozelo.

Os destaques do confronto foram, Lou Williams com 21 pontos, 4 rebotes e 4 assistências e Kawhi Leonard com 12 pontos, 11 rebotes e 9 assistências. Para a equipe visitante o cestinha foi Pascal Siakam com 16 pontos, 10 rebotes e 6 assistências. Fred VanVleet colaborou com 14 pontos e 8 assistências.

 

Dallas Mavericks 106 x 116 Boston Celtics

 

 

Jogando em casa, os Celtas tentaram compensar a ausência de Gordon Hayward, que ficará seis semanas fora por causa de uma cirurgia na mão. A equipe fez bem feito e, com os 29 pontos de Kemba Walker, defenderam o TD Garden da equipe que não havia perdido fora de casa ainda. No último quarto, o jogo que vinha sendo controlado pelo Boston Celtics foi surpreendido pelo ataque da equipe visitante, onde os Mavs empataram e viraram a partida em seu favor. A vantagem da equipe durou pouco e os Celtics rapidamente conseguiram trazer a vantagem novamente. Um dos pontos falhos do time visitante, foram as bolas de três pontos, onde conseguiram converter apenas 11 de 42, já o time anfitrião utilizou-as para poder trazer de volta o placar e consequentemente a vitória.

Nos destaques da partida, obviamente Luka Doncic não ficaria de fora, anotando 34 pontos, 6 rebotes e 9 assistências. Maxi Kleber marcou 15 pontos e 8 rebotes.

Pelo time vencedor, Jaylen Brown converteu um duplo-duplo de 25 pontos e 11 rebotes.

 

Minnesota Timberwolves 120 x 114 Detroit Pistons

A volta de Blake Griffin não impediu o resultado final da partida. A vantagem imposta pelo time visitante no primeiro quarto e a consistência no ataque deu a vitória aos TWolves, mesmo com todo o esforço dos Pistons, que correram bastante atrás do prejuízo. A partida foi bem parelha, com o time anfitrião encostando no placar no último quarto. Entretanto, Andrew Wiggins anotou 33 pontos (12-20 FGA), 6 rebotes e 5 assistências. Seu companheiro, Karl Anthony Towns, marcou mais 25 pontos, 8 rebotes e 6 assistências. E os dois garantiram o triunfo de Minnesota.

Blake Griffin em sua estreia na temporada, converteu 19 pontos, 7 rebotes e 6 assistências. Com um aproveitamento de exatamente 50% isso não foi nada mal para o ala. O cestinha da equipe anfitriã, entretanto, foi Luke Kennard, com 25 pontos e 7 rebotes.

 

Memphis Grizzlies 113 x 109 San Antonio Spurs

Na noite em que a Jersey de Tony Parker, ex-armador da equipe, é aposentada, os Spurs perdem em casa por 4 pontos. O resultado já mostra o quanto o jogo foi disputado, ambas equipes tiveram aproveitamento bom de arremessos. A partida, entretanto, foi decidida no último quarto, com os dois times utilizando do review para analisar lances polêmicos. Faltando menos de dois minutos e o placar empatado, Crowder acerta livre um arremesso para três pontos, colocando sua equipe na frente. Logo após, Jackson Jr acerta outra cesta de três pontos, porém, dessa vez o ala pivô pisa na linha lateral e a cesta é anulada. Faltando segundos e a possibilidade de vencer a partida ainda em cima da mesa, DeRozan tenta apelar para as faltas, mas não consegue. A esperança se mantem de pé quando Crowder comete uma falta técnica nos últimos segundos de jogo. Infelizmente – ou felizmente, DeRozan não estava tendo uma de suas melhores noites e errou o lance. O jogo termina com vitória para o Memphis, que fica 3-7 na temporada.

Os destaques do duelo foram, Jaren Jackson Jr com 24 pontos, 6 rebotes e 5 assistências e Dillon Brooks com 21 pontos para a equipe vencedora. DeRozan terminou com 12 pontos, 7 rebotes e 7 assistências, mas o cestinha da equipe foi LaMarcus Aldridge com 19 pontos.

 

Houston Rockets 122 x 116 New Orleans Pelicans

Jogando fora de casa, os Rockets conseguem sua quarta vitória consecutiva. Os pontos da equipe ficaram concentrados nas estrelas Harden e Westbrook, cada um com 52% de aproveitamento. Harden foi o cestinha da partida com 39 pontos (13-25 FGA) e 9 assistências, logo em seguida, seu companheiro Westbrook chega com 26 pontos 4 roubos de bola. Do time anfitrião, seis jogadores com mais de 10 pontos. JJ Redick liderou o time com 24 pontos. Jrue Holiday vem atrás com 18 pontos, 9 rebotes e 11 assistências. Apesar da derrota, o time de New Orleans jogou bem e venceu no quesito assistências. Sem Lonzo, Ingram e, principalmente Zion, o time tenta segurar as rédeas. Os Pelicans voltarão a jogar na quinta e enfrentarão os Clippers, jogo que é cotado como um possível retorno de Paul George.

  

Utah Jazz 122 x 108 Golden State Warriors

 

 

Utah começou o jogo de maneira organizada e conjunta. Com os talentos individuais da equipe o resultado não poderia ser diferente. A vitória veio de maneira tranquila para o time de Salt Lake City, que já no final do primeiro tempo havia convertido 69 pontos. Ainda por cima, a equipe visitante contou com a expulsão de Draymond Green, que após perder cinco partidas, voltou a jogar ontem. E nada melhor do que voltar já sendo expulso, não é mesmo Draymond? O jogador se pronunciou, dizendo que já é um homem grande e que não aceita que ninguém o diga para não falar.

D’Angelo Russell tentou segurar as pontas e anotou 33 pontos e 8 assistências e foi o cestinha da partida.

Já no Utah Jazz, sete jogadores anotaram mais que 10 pontos e três deles converteram mais de 20 pontos. Rudy Gobert marcou um duplo-duplo com 25 pontos e 14 rebotes. Donovan Mitchell não ficou muito atrás anotando 23 pontos, 8 rebotes e 6 assistências.