Conteúdo

Rams massacram Falcons em estreia de Jalen Ramsey e expulsão de Devonta Freeman

20 de outubro de 2019

(por Gabriel Mott)

 

O confronto entre Rams e Falcons coloca em campo duas franquias com algumas dúvidas sobre o futuro. O supertime dos Rams não embalou essa temporada e vê cada vez mais seus rivais de divisão se distanciarem, por isso, a vitória passou a ser essencial para as pretensões da franquia de Los Angeles avançar aos playoffs.

Pelos lados de Atlanta, o HC Dan Quinn cada vez mais com seu cargo pressionado, vê o seu bom ataque não ser decisivo, e sua defesa entregar, sem forçar nenhum turnover até agora, além de não segurar os ataques adversários.

1º Quarto

Embora os Falcons tenham marcado seus primeiros 3 pontos logo na primeira campanha, em field goal de 52 jardas convertido por Matt Bryant, o que se viu no primeiro quarto foi Ryan alternando entre jogadas aéreas e terrestres, mas invariavelmente sendo engolido pelos linebackers dos Rams. Já pelos lados da franquia de Los Angeles, Goff até que tentava variar também, mas as jogadas corridas não estavam sendo eficientes, com Gurley voltando de lesão e Henderson o substituindo em vários snaps. Mesmo assim Goff liderou os Rams a duas tentativas de field goals, a primeira desperdiçada pelo excelente Greg Zuerlein em chute de 40 jardas e, na campanha seguinte, convertido em uma tentativa de 55 jardas.

2º Quarto

Na mesma batida do primeiro quarto, Matt Ryan não consegue fazer seu ataque evoluir e, tendo um Julio Jones bem marcado por Jalen Ramsey, suas opções ficaram mais escassas. Em contrapartida, Goff alterna passes para Cooper Kupp, Brandin Cooks e Robert Woods, fazendo seu ataque marcar pontos em duas campanhas. Primeiro no TD de Goff para Gurley em passe de 13 jardas e, na sequência, em um field goal de 25 jardas convertido por Zuerlein.

Atlanta ainda teve uma oportunidade de reduzir o prejuízo antes do intervalo, mas Matt Bryant chutou seu field goal de 50 jardas muito para a esquerda.

Intervalo: Rams 13 – 3 Falcons

3º Quarto

O terceiro quarto serviu para o torcedor dos Falcons passar raiva, enquanto Dan Quinn, HC da franquia de Atlanta deve ter ficado no vestiário atualizando seu currículo, sua equipe não conseguiu nada produtivo. Tirando um pouco da pressão sobre Sean McVain, Goff conduz novamente sua equipe a endzone, dessa vez através de um passe de 8 jardas para o TE Gerald Everett. Na sequência foi a vez da defesa californiana funcionar e interceptar Ryan pela primeira vez no jogo, em tentativa de passe para Mohamed Sanu, que acabou indo parar nas mãos de Cory Littleton e, como tudo que está ruim pode piorar, Devonta Freeman, RB dos Falcons, foi expulso de jogo por tentar dar um soco em Aaron Donald. Após isso, mais uma vez Goff leva seu time para novos 7 pontos no placar, dessa vez usando as próprias pernas para cruzar a endzone.
 

4º Quarto

O terceiro quarto acabou, mas o pesadelo para os Falcons ainda não, e quando Ryan começou a usar mais o TE Austin Hooper para avançar, já em área de field goal, acaba sofrendo um strip sack de Aaron Donald, e enquanto Donald sai da jogada com a bola, Ryan deixa o campo mancando.

Já controlando o relógio e usando mais Gurley, os Rams avançam para marcar mais 3 pontos em chute de 20 jardas, convertido por Zuerlein. Com Matt Schaub no lugar do machucado Ryan, Atlanta chega pela primeira vez na endzone, mas já com a defesa dos Rams aliviando e o playbook dos Falcons aberto. Usando Julio Jones e Austin Hooper como recebedores principais, Hooper recebe passe de 10 jardas na endzone para reduzir a humilhação no esvaziado Georgia Dome, que ainda viu Blake Bortles receber os últimos snaps do jogo.

A pá de cal veio no punt dos Rams que o recebedor Russell Gage dos Falcons sofre fumble com a bola sendo recuperada pelos Rams dentro da endzone, dando números finais ao massacre.

 
Final: Los Angeles Rams 37 – 10 Atlanta Falcons
 

[[{"type":"media","view_mode":"media_large","fid":"3912","attributes":{"class":"media-image size-full wp-image-15821 aligncenter","typeof":"foaf:Image","style":"","width":"1200","height":"800","alt":""}}]]

 

Os Rams tem muito a comemorar, mesmo tendo batido em bêbado, a defesa foi extremamente agressiva, o CB Jalen Ramsey não poderia ter estreado melhor, anulando Julio Jones. Goff conseguiu superar a vergonhosa atuação de semana passada contra os 49ers. A chave para a classificação para os playoffs passará obrigatoriamente pelos confrontos diretos contra seus rivais de divisão Seahawks e 49ers.

Atlanta pode começar a pensar na escolha do draft em 2020, e provavelmente na escolha de um novo HC, que deve vir até antes do final da temporada. Para um time que tinha pretensões de alcançar os playoffs, ver sua campanha em 1-6 deve ser muito mais que decepcionante, ainda mais contando com um QB que foi MVP recentemente e tendo um excelente corpo de recebedores, como Julio Jones e Austin Hooper.