Conteúdo

Com Lindsay endiabrado e Rivers entregando a paçoca, Broncos vencem os Chargers em Los Angeles

7 de outubro de 2019

(por Gabriel Mott)

 

O confronto entre os rivais de divisão Chargers e Broncos foi encarado como um divisor de águas para ambos, pois para os Chargers, uma derrota poderia significar um quase adeus aos playoffs e, mesmo empolgados com o retorno de Melvin Gordon após o holdout, pegam um Denver Broncos mordido, vindo de campanha 0-4, sem poder contar com o LB Bradley Chubb, que deve perder a temporada inteira com uma lesão e com rumores de um desmanche do time que ainda não engrenou sob o comando de Vic Fangio.

 

1º Quarto

Denver começou a partida com o pé direito, marcando seu primeiro TD logo na primeira campanha, avançando graças as corridas de Philip Lindsay, coisa que não acontecia há 14 jogos, dando a impressão que as coisas tinham mudado lá pelos lados de Mile High. Pois não é que a equipe laranja resolveu botar pressão no seu rival de divisão, com a defesa pressionando Philip Rivers, Flacco recebeu a bola de volta para na segunda campanha colocar mais 7 pontos no placar em linda jogada de Courtland Sutton, com ganho de incríveis 70 jardas. E o pesadelo da franquia de Los Angeles não parou por aqui, com Rivers sendo interceptado por Justin Simmons.

 

2º Quarto

O que deveria ser esperança de que os ventos estariam soprando para os lados de Los Angeles tornou-se rapidamente a confirmação que seria uma tarde de sofrimento para seus torcedores, e mesmo com um strip sack em Joe Flacco, Rivers não conseguiu fazer seu ataque avançar e ainda viu o kicker Chase McLaughlin ter seu field goal de 48 jardas bloqueado. Como castigo para a incompetência californiana, Bryan McManus converte um field goal de 40 jardas para fazer com que a franquia do Colorado abra 17 pontos de vantagem e, como desgraça pouca é bobagem, Rivers indo para o tudo ou nada ainda viu Austin Ekeler sofrer um fumble na linha de uma jarda em uma 4ª descida, indo zerado para o vestiário.
Intervalo: Broncos 17 – 0 Chargers

 

3º Quarto

O terceiro quarto foi um show de punts com Flacco e Rivers competindo para ver quem era mais improdutivo, até que Flacco foi interceptado por Kyzir White em um passe desviado, mas, para não ficar atrás, o invejinha do Philip Rivers também foi interceptado na campanha seguinte na end zone por Alexander Johnson. Após outra campanha indecente do ataque dos Broncos, a bola volta para Los Angeles através de um punt e, como o ataque não resolve, o time especial quebra o galho, e o retornador Desmond King II passeia por 68 jardas até entrar na end zone dos Broncos e tirar o zero do placar da equipe de Los Angeles.

 

4º Quarto

Já pensando em garantir a vitória, Denver começa a controlar o relógio, usando e abusando das corridas de Lindsay, mas não é ajudado por McManus, que perde um field goal de 54 jardas. Na campanha seguinte, McLaughlin se redime do field goal perdido no segundo quarto e coloca mais 3 pontos no placar dos Chargers, com um chute de 45 jardas, reduzindo a vantagem para uma posse. Mas como sabemos, Rivers adora amarelar quando mais precisam dele, e pela milésima vez não consegue fazer o ataque avançar dando a oportunidade de Denver matar o jogo, que é o que acontece, basicamente com Lindsay destruindo a linha defensiva dos Chargers, o RB coloca o time em posição de conversão de field goal, que se confirma em chute de 46 jardas de McManus. Após o 2-minute warning, os Chargers ainda avançam para converter outro field goal, dessa vez de 32 jardas, para na sequência tentar o onside kick com 15 segundos faltando no relógio, mas que acabou sendo recuperado por Denver, acabando com a esperança da antiga equipe de San Diego.

 
Final: Denver Broncos 20 – 13 Los Angeles Chargers
 

[[{"type":"media","view_mode":"media_large","fid":"3882","attributes":{"class":"media-image size-full wp-image-15374 aligncenter","typeof":"foaf:Image","style":"","width":"1200","height":"800","alt":""}}]]

 

Pelo andar da carruagem, janeiro será período de férias para os jogadores de Los Angeles e, diferente da temporada de 2018, a equipe não se encontra nas partidas, com Philip Rivers sentindo o peso da idade, cada vez mais instável.

Já pelos lados do Colorado, os comandados de Vic Fangio conquistaram sua primeira vitória na temporada, mas nada que irá animar os torcedores dos Broncos, já que o triunfo foi muito mais por incompetência dos Chargers do que méritos próprios, e pela quarta vez em 5 jogos, a linha defensiva sai de campo sem nenhum sack.