Conteúdo

Com 3 TDs no segundo tempo, Texans viram sobre Chargers em Los Angeles

23 de setembro de 2019

(por Gabriel Mott)

 

Vindo de uma decepcionante derrota na semana 2 para o Detroit Lions, os Chargers receberam a franquia do Houston Texans em sua casa provisória na Califórnia precisando da vitória sobre um concorrente da AFC para se firmarem em busca da pós-temporada.

Já os Texans, mesmo jogando em alto nível, perderam na rodada 1 para os Saints, e se reabilitaram na rodada 2 em uma batalha defensiva contra os Jaguars. Uma vitória contra os Chargers poderiam embalar a equipe na busca pelo título da AFC Sul.

 

1º Quarto

Recebendo a bola no 1º quarto, os Chargers não conseguiram produzir nada em sua primeira posse e acabaram sendo presenteados por uma jogada infantil de DeShaun Watson na primeira posse dos Texans. O QB viu seu pocket colapsar e, para não ser sacado, se livrou da bola, jogando-a para trás, como não houve recepção foi considerado fumble, recuperado pela franquia de Los Angeles. A partir daí foi fácil para Phillip Rivers abrir o placar em passe para o excelente WR Keenan Allen.

 

2º Quarto

Com a defesa dominante, os Chargers conseguiram segurar Watson e Hopkins, permitindo que seu ataque voltasse a campo e marcasse mais três pontos em um longo drive de mais de 8 minutos comandado por Rivers, através de um field goal de 34 jardas convertido por Tyler Long.

A resposta da franquia texana veio no drive seguinte, com Watson marcando o TD em lançamento de 16 jardas para Darren Fells, reduzindo o prejuízo. Mas a alegria durou pouco, mais precisamente 1:18min, que foi o tempo necessário para Rivers conduzir os Chargers pela segunda vez até a endzone, novamente em recepção de Keenan Allen. Os Texans por sua vez ainda tiveram tempo de perder um field goal de 56 jardas antes de irem para o vestiário com uma desvantagem de 10 pontos.

Intervalo: Texans 7 – 17 Chargers

 

3º Quarto

O terceiro quarto foi bem agitado, e mudou completamente o panorama da partida, com JJ Watt comandando a defesa, os Texans conseguem segurar os Chargers, enquanto o trio de ataque Watson, Hopkins e Hyde funcionam, primeiro com o TD de Carlos Hyde, em corrida de três jardas, e depois em outro TD em passe de 15 jardas de Watson para Jordan Akins em campanha iniciada após um fumble de Rivers recuperado pela franquia de Houston, e com isso os Texans tomam pela primeira vez a dianteira do placar.

 

4º Quarto

E o último quarto começa da mesma forma que o anterior, com a defesa texana pressionando Rivers e o ataque funcionando, e com isso foi fácil para os Texans marcarem seu terceiro TD no jogo. Através de uma long play de 53 jardas, Watson acha novamente Akins livre para colocar mais 6 pontos no placar dos Texans, já que Fairbairn perdeu o extrapoint.

 

[[{"type":"media","view_mode":"media_large","fid":"3841","attributes":{"class":"media-image size-full wp-image-14829 aligncenter","typeof":"foaf:Image","style":"","width":"1200","height":"800","alt":""}}]]

 

Já na base do desespero, Rivers, Ekeler e Allen se esforçam para reduzir o prejuízo, mas só conseguem através de um field goal de 43 jardas convertido por Ty Long, já que em sua última posse e vendo a possibilidade de levar a partida para a prorrogação, Rivers parou em uma quarta descida já no campo de ataque, dando a Watson o trabalho de só ajoelhar no gramado para garantir a vitória.

 
Final: Houston Texans 27 – 20 Los Angeles Chargers
 

Com a segunda derrota consecutiva, os Chargers precisam urgentemente da vitória contra o péssimo Miami Dolphins na rodada 4 para continuarem sonhando com uma vaga para o wild card, já que pelo andar da carruagem, a AFC Oeste tem dono, e se chama Kansas City Chiefs.

Pelos lados de Houston, com JJ Watt comandando em grande estilo a defesa e Watson usando todo o repertório de passes e corridas para conduzir o seu ataque, os playoffs se tornam cada vez mais um sonho pra lá de possível.