Conteúdo

Portland conta com atuação épica de CJ McCollum para vencer o jogo 7 e eliminar o Denver no Pepsi Center

13 de maio de 2019

(por Natassjia Monteiro)

 

“Nós tivemos as nossas chances, eles tiveram as chances deles. Eles apenas as usaram de maneira mais inteligente” – Nikola Jokic.

Muito se fala que os playoffs separam os garotos dos homens. A verdade é que nessa série, não houve um jogo entre garotos e homens, mas sim uma partida entre homens x homens. Não venceu o “melhor”, venceu aquele que teve menos erros no confronto de hoje. E esse time foi o Portland Trail Blazers.

Sete jogos foram necessários para definir o campeão da série entre Denver e Portland. Sete incríveis jogos. Do primeiro ao último segundo, os times deram o seu melhor para conseguir uma vaga nas finais de conferencia e enfrentar o Golden State Warriors, que venceu três das últimas quatro finais da NBA.

O JOGO

Vindo de derrota fora de casa, os Nuggets haviam perdido sua chance de terminar a série no jogo seis. A última oportunidade para as equipes começa na Pepsi Arena, no Colorado.

O time anfitrião tem o início perfeito, aproveitando-se do mau desempenho do armador da equipe adversária, termina o primeiro quarto com 12 pontos de vantagem. Contudo, desde os primeiros momentos CJ McCollum havia demonstrado que veio para suprir a falta de Lillard. No total, McCollum anotou 37 pontos, sem ele, os Blazers não conseguiriam alcançar o ritmo que impôs Denver.

O jogo foi controlado pelos Nuggets até o intervalo, o time chegou a 17 pontos de vantagem sobre os visitantes. Porém, foi do terceiro quarto em diante que os Trail Blazers decidiram reagir, vencendo o quarto por 32 a 24.

Confronto acirrado, o toma lá da cá fica mais pegado quando os minutos finais da partida começam a chegar. Os arremessos precipitados do Denver Nuggets cobram caro e o time cai perante o incrível desempenho de McCollum, que fez um pouco de tudo, deu toco, dribles, step backs no maior estilo Michael Jordan e foi o grande nome da noite.

 

 

Jokic, por sua vez, jogou quase 42 minutos, anotando 29 pontos e 13 rebotes.

 

Resultado final: Denver Nuggets 96 x 100 Portland Trail Blazers

 

A jovem equipe do Colorado ainda tem muito pela frente. Com um grande futuro, os talentosos jogadores calaram a boca de muita gente desde o início da temporada. Caíram, sim, mas chegaram longe e voltarão ainda mais fortes em outubro.
Jokic teve médias de 25.1 PPG (pontos por jogo), 13.0 RPG (rebotes por jogo) e 8.4 APG (assistências por jogo). O jovem Murray não ficou muito atrás, tendo média de 21.3 PPG.

Já Portland enfrentará o GSW, que venceu o Houston Rockets no jogo seis. A equipe já deixou claro que Lillard e McCollum são os combustíveis do time, assim como Curry e Thompson (eles ainda tem Durant, Green, Cousins, Iguodala...).
Os Blazers vieram superando grandes desafios pelo caminho, portanto, serão os Warriors apenas mais uma pedra no sapato ou a rocha que os derrubará? Deixe sua opinião!