Conteúdo

Bucks brilham e, depois de 18 anos, estão de volta às finais de conferências

9 de maio de 2019

(por Natassjia Monteiro)

 

Win or go home. O jogo da noite de ontem foi a última chance para o Boston Celtics ir para casa ainda com a chama da esperança acesa. Desperdiçada, a oportunidade se vai e a chama se apaga. Esta pequena flama que vinha sendo apagada aos poucos pelos ares do grego Antetokounmpo, foi completamente eliminada pelo time de Milwaukee, que jogando em conjunto, rodando a bola em rápido ataque e defesa eficiente, não tomaram conhecimento da equipe visitante. Não houve um quesito sequer no qual os Celtics vencessem os anfitriões. Em arremessos de quadra, o time local venceu por 44% a 31%. A surpresa, contudo, veio do aproveitamento em três pontos, no qual Milwaukee lavou os celtas com 31% a 17%. As bolas de três pontos foram um tabu no jogo para os Celtics.

19x22. 20x30. 23x28. 29x36. Quatro períodos liderados pela equipe local, onde sete jogadores converteram mais de 10 pontos. Giannis Antetokounmpo chegou perto de um triplo-duplo com 20 pontos, oito rebotes e oito assistências, foi o cestinha e liderou o time ganhador.

 

 

Khris Middleton também se destacou, anotando 19 pontos e oito rebotes.

Ao contrário dos vencedores, Celtics ficou órfão de um jogador que liderasse. A culpa, contudo, não pode ser aplicada somente a um jogador.

Kyrie Irving, que mesmo sendo o cestinha de sua equipe no jogo de ontem com 15 pontos, anotou apenas 4 pontos no segundo período inteiro. Ao todo, Irving teve um aproveitamento total na série de 35% (37-104).

Marcus Smart, jogando seu segundo jogo nos playoffs nesta temporada, teve um jogo com um aproveitamento horroroso: 0%. Apesar do 0-4, o jogador jogou bem defensivamente, sendo responsável pelas duas últimas faltas que penduraram o pivô Brook Lopez no terceiro quarto.

A vontade de enterrar em cima do principal jogador dos Bucks, fez com que Jaylen Brown aparentasse ter um objetivo diferente de seu time, convertendo entre faltas e arremessos, apenas 12 pontos.

O técnico Brad Stevens, porém, coloca a culpa da derrota sobre si. “(...) Eu acho que fiz um mau trabalho... Como técnico, se seu time não encontra como melhor encaixar-se, isso está sobre você”.

Em um jogo em que todos os derrotados tiveram sua parcela da culpa, a equipe anfitriã soube aproveitar isso e distribuir parcelas de mérito a maioria de seus jogadores – com exceção Lopez, que ficou 0-0-1.

Resultado: Milwaukee Bucks 116 x 91 Boston Celtics

A luta do Boston Celtics acabou – assim como o sofrimento dos seus torcedores -- mas os playoffs continuam. Após 18 anos sem chegar a uma final de conferência, Milwaukee estará esperando pelo vencedor entre Toronto Raptors x Philadelphia 76ers. Embiid x Kawhi, independente de quem passe, Giannis estará pronto para recebê-los. E essa final de conferência tem de tudo para ser mais que emocionante.