Conteúdo

Denver atropela Portland e conquista vantagem na série

8 de maio de 2019

(por Matheus Correia)

 

Denver e Portland realizavam indiscutivelmente uma das séries mais equilibradas dos playoffs. Porém, o jogo 5, realizado no Pepsi Center, foi um ponto fora da curva. Com o mando de quadra, os Nuggets não tomaram conhecimento da equipe adversária e aplicaram um passeio sobre os Blazers.

Denver começou à todo vapor: um jogo rápido, de transição e de intensidade.  Paul Millsap foi o nome do primeiro quarto. Com 12 pontos anotados, Millsap demonstrou incrível inteligência, criando seu arremesso e se posicionando no ataque. A partida até teve certo equilíbrio nos doze minutos iniciais por conta do número de erros cometidos por Denver. Damian Lillard foi o nome ofensivo de Portland com 9 pontos no período.

No segundo quarto, as coisas começaram a desandar. Os Nuggets anotaram 8 pontos em sequência logo no início, e a bola de Portland insistia em não cair. É importante ressaltar a boa movimentação defensiva de Denver, que impede Lillard de arremessar livremente de fora do perímetro, algo que aconteceu muito na série de Portland contra Oklahoma. Não à toa, a maioria dos pontos dos Blazers surgiram de jogadas de infiltração. No final do período, a vantagem no placar era de 18 pontos para os mandantes (65 – 47).

E o confronto teve um fim antecipado, já no terceiro quarto. Portland, com um aproveitamento péssimo nos arremessos (25%), permitiu diversos rebotes ofensivos de Denver. Os Trail Blazers produziam muitos turnovers e a defesa estava claramente desconcentrada. Resultado: 31 pontos de vantagem no placar. A franquia do Colorado tinha o controle técnico, ofensivo, defensivo e emocional da partida. Até mesmo o aproveitamento de lances livres dos visitantes era péssimo: 53%. No último quarto, a franquia de Mile High City apenas administrou a vantagem e conseguiu a fácil vitória.

Resultado final: Denver Nuggets 124 – 98 Portland Trail Blazers

Nikola Jokic liderou sua equipe em pontos e rebotes (25 pontos e 19 rebotes), além de 6 assistências para o pivô.

 

 

Paul Millsap teve excelente atuação, anotando 24 pontos e 8 rebotes. O backcourt de Denver também contribuiu com grande destaque, Jamal Murray anotou 18 pontos, 5 rebotes e 9 assistências e Gary Harris fez 16 pontos e 6 rebotes.

Lillard teve uma performance abaixo do esperado nos arremessos de três pontos. Apesar dos 22 pontos e 6 rebotes, seu aproveitamento de fora do perímetro foi de 22%, anotando apenas duas cestas de três. A atuação de CJ McCollum também deixou a desejar: foram 12 pontos e 4 rebotes para o ala-armador, que teve um aproveitamento de 31% nos arremessos.  Destaque para Rodney Hood e Zach Collins, ambos com 14 pontos saindo do banco.

O jogo de vida ou morte dos Blazers será realizado nesta quinta-feira (09/05), no Moda Center, em Portland.