Conteúdo
×

Error message

  • Notice: Trying to access array offset on value of type bool in imagecache_token_tokens() (line 179 of /home/playmakerbr/playmakerbrasil.com.br/sites/all/modules/contrib/imagecache_token/imagecache_token.tokens.inc).
  • Notice: Trying to access array offset on value of type bool in imagecache_token_tokens() (line 183 of /home/playmakerbr/playmakerbrasil.com.br/sites/all/modules/contrib/imagecache_token/imagecache_token.tokens.inc).
  • Notice: Trying to access array offset on value of type bool in imagecache_token_tokens() (line 179 of /home/playmakerbr/playmakerbrasil.com.br/sites/all/modules/contrib/imagecache_token/imagecache_token.tokens.inc).
  • Notice: Trying to access array offset on value of type bool in imagecache_token_tokens() (line 183 of /home/playmakerbr/playmakerbrasil.com.br/sites/all/modules/contrib/imagecache_token/imagecache_token.tokens.inc).

Raio-X MLS - Conferência Oeste: Portland Timbers

4 de setembro de 2018

(por Felipe Tostes)

 

O Portland Timbers iniciou sua série no futebol no ano de 1975, disputando a até então NASL (North American Soccer League). O time alcançou o vice-campeonato na sua temporada de estreia e teve esta como sua melhor campanha, atuando em sua última partida na liga em 1982. Entre os anos de 85 e 86 o time teve uma breve volta ao esporte, disputou algumas ligas de poucas expressões e o seu maior feito no período foi revelar o goleiro Kasey Keller, que disputou quatro copas do mundo pela seleção americana.

O atual Timbers (nome dado pela tradição madeireira do estado de Oregon) surgiu no ano de 2001, e até 2010 disputava uma espécie de terceira divisão americana. Já em 2011 o time de Portland ganhou uma vaga para disputar a MLS, e nestes 7 anos de liga já conquistou um título, o de 2015, vencendo o Columbus Crew por 2x1 no confronto final. Os craques desta campanha foram o argentino Diego Valeri (autor de um dos gols do título) e o nigeriano Fanendo Adi, que permanecem no clube até os dias de hoje.

 
Onde pode chegar
 

A equipe do Portland Timbers vem brigando fortemente pela sexta vaga da conferência oeste e tem como seus adversários diretos o Vancouver Whitecaps e o Los Angeles Galaxy. Neste exato momento a equipe estaria classificada para os playoffs, com um ponto a mais que os canadenses e dois jogos a menos que as estrelas de Los Angeles.

Após a temporada regular, o que vier para a famosa e apaixonada torcida organizada “Timbers Army” será lucro, já que o time não demonstra ter forças para ir mais longe do que isso.

 
Elenco
[[{"type":"media","view_mode":"media_large","fid":"2240","attributes":{"class":"media-image size-full wp-image-4740 aligncenter","typeof":"foaf:Image","style":"","width":"1296","height":"729","alt":""}}]]

 

Podemos dizer que o Portland é uma equipe bem sulamericana, já que seu plantel conta com 10 atletas nascidos em países do continente e “somente” 8 norte-americanos, e ainda não podemos esquecer do técnico venezuelano Giovanni Savarese.

Os destaques deste time são os meias argentinos Diego Valeri e Sebastian Blanco. Como já citado, Valeri faz parte da história do clube com mais de 150 jogos e 50 gols e é o grande ídolo da torcida. Blanco se juntou ao seu compatriota em 2017 e é bem conhecido do publico brasileiro, graças a sua passagem e titulo da libertadores ganho pelo San Lorenzo. Nesta temporada, juntos na MLS, os argentinos participaram diretamente em 31 dos 38 gols da equipe feitos até aqui, são 9 gols e 10 assistências de Valeri além de 6 gols e 6 assistências de Blanco.

A curiosidade do elenco fica por conta do volante colombiano Diego Chará, que é irmão mais velho do atacante Yimmi Chará que chegou há pouco tempo ao atlético mineiro.

 
Aposta do colunista
 

Acredito que o time do Portland Timbers ainda corre risco de perder a sua vaga aos playoffs da MLS para o Vancouver Whitecaps, e falo isso por conta da péssima campanha que o time apresentou nos últimos 10 jogos(3 vitórias, 4 derrotas e 3 empates), apenas 33,3% dos pontos disputados foram ganhos. Já seu adversário nos mesmo jogos teve 56,6% de aproveitamento (5 vitórias, 3 derrotas e 2 empates).

Mesmo que o time embale nos últimos 8 jogos e consiga manter a sua vaga, ele não terá vida fácil contra qualquer um dos times que venha a enfrentar, e tenho convicção que não avance mais do que isso.