February 19, 2020

Rockets mostram a eficiência do Small Ball contra os Celtics, Sixers voltam a jogar bem, Spurs surpreendem Thunder e mais

(por Vinícius Freitas)

Confira como foram os jogos de terça-feira da NBA:

 

Boston Celtics 105 @ 116 Houston Rockets

Em um dos principais embates da noite, as equipes tiveram um confronto parelho durante a primeira metade da partida, trocando a liderança do placar e com cada franquia impondo sua filosofia de jogo, vencendo cada uma um dos primeiros quartos. Os Rockets exploravam mais o jogo individual, contando com boas atuações de James Harden e Russell Westbrook, que lideravam a equipe nas ações ofensivas, tanto nas jogadas de infiltração como na criação das jogadas. Já os Celtics tinham um jogo mais coletivo, trabalhando mais a laranja e explorando a vulnerabilidade de marcação no garrafão do adversário, por conta do time de baixa estatura dos Rockets, conseguindo uma vitória parcial na saída para o intervalo por 49 @ 47. Na volta para o jogo, os Rockets conseguiam pontuar com mais facilidade, e aos poucos foram abrindo uma pequena vantagem, chegando a fazer 11 pontos de frente no terceiro quarto, e terminando a etapa com 78 @ 71 a favor. No último período o jogo ficou mais corrido, e apesar dos Celtics conseguirem pontuar, os anfitriões conseguiam ficar na frente do placar, respondendo aos ataques do oponente e não deixando a liderança do placar em nenhum momento. No final do jogo os Celtics foram para o tudo ou nada, mas não conseguiram ter a eficiência do começo da partida e chegaram a ficar 15 pontos atrás, sendo apenas sua segunda derrota nos últimos dez jogos. Gordon Hayward (20pts, 8reb, 6ast), Jaylen Brown (19pts) e Jayson Tatum (15pts, 9reb, 4 roubos de bola) foram os destaques dos Celtics na partida. James Harden (42pts, 8reb, 7ast) e Russell Westbrook (36pts, 10reb, 5ast) foram os cestinhas do jogo e lideraram os Rockets na vitória contra um dos líderes da Conferência Leste.

 

Los Angeles Clippers 103 @ 110 Philadelphia 76ers

 

 

Em um dos duelos mais esperados da rodada, as equipes travaram uma disputa intensa, com a primeira metade do jogo terminando empatada em 54 @ 54. Os 76ers foram melhores no primeiro quarto, explorando os arremessos de media distância, com destaque maior para Tobias Harris, que anotou 11 pontos só no primeiro quarto. Na etapa seguinte os Clippers melhoraram na defesa, conseguindo conter as ações ofensivas do adversário, contando com 17 pontos de Kawhi Leonard na primeira metade da partida. Na volta do intervalo o jogo se manteve equilibrado, com os anfitriões um pouco melhores na tomada de decisão ofensiva, conseguindo ter mais êxito para pontuar. Os Clippers em alguns momento sofreram com a marcação por zona dos 76ers e terminaram o terceiro quarto atrás do placar, com 77 @ 81 para os anfitriões. A franquia californiana manteve o placar próximo, mas faltando pouco mais de 2 minutos para o fim, os 76ers abriram 10 pontos de vantagem e asseguraram a vitória contra um dos principais candidatos ao título da temporada. Ben Simmons (26pts, 12reb, 10ast), Joel Embiid (26pts, 9reb) e Josh Richardson (21pts, 5reb, 2blk) foram os principais nomes de Philadelphia. Kawhi Leonard (31pts, 9ast) e Landry Shamet (19pts) foram os cestinhas do Clippers na partida.

 

Chicago Bulls 114 @ 126 Washington Wizards

O embate foi aberto, e as equipes não se preocuparam com a defesa durante toda a partida, sendo um verdadeiro tiroteio desde o seu início. Os Wizards eram melhores coletivamente, com boa parte de seu plantel ajudando na finalização das jogadas, abrindo uma pequena vantagem antes do intervalo, com destaques para Bradley Beal (16pts) e Rui Hachimura (14pts). Zach LaVine (17pts) carregava os Bulls, como sempre, porém, não tinha tanta ajuda dos seus companheiros, e sua equipe perdia por 69 @ 62 na primeira metade do jogo. A volta dos vestiários foi ainda melhor para os anfitriões, que ampliaram sua vantagem, contando com grande contribuição dos suplentes e terminando o período com 100 @ 82. Os Bulls quando não tinham Zach LaVine em quadra, tinham sérias dificuldades nas jogadas de infiltração, e devido a falta de versatilidade no ataque, acabaram sendo previsíveis e facilitando o trabalho defensivo do adversário. Na última etapa os anfitriões administraram a vantagem e não tiveram problemas para vencer a esforçada, porém, limitada equipe do Chicago Bulls. Zach LaVine (41pts, 9reb, 8/11 nas bolas de 3 e com 71% de aproveitamento nos arremessos) foi o grande nome do jogo, porém, contou com pouca contribuição do restante da equipe, que teve apenas Tomas Satoransky (19pts, 8ast), Coby White (14pts, 7ast) e Thaddeus Young (10pts, 5reb) pontuando com dois dígitos. Bradley Beal (30pts, 7ast) foi o cestinha dos Wizards, que ainda contou com boa atuação de Rui Hachimura (20pts), Ian Mahinmi (15pts, 6reb) e Shabazz Napier (15pts), além de mais 3 jogadores anotando pelo menos 10 pontos na partida.

 

Portland Trail Blazers 117 @ 138 New Orleans Pelicans

Em duelo equilibrado na primeira parte do jogo, os Blazers começaram o primeiro quarto muito bem, com grande eficiência ofensiva, não dando chances para a defesa dos anfitriões, e vencendo por 36 @ 27. No segundo quarto o jogo inverteu, os Pelicans começaram a girar mais a bola antes de concluir as jogadas, e tomaram conta do jogo, explorando bem os arremessos de fora do perímetro também, encostando no placar, que anotava 65 @ 63 a favor dos Blazers. O terceiro quarto foi um verdadeiro atropelo dos Pelicans, que venceram por 41 @ 21, liderados por Josh Hart (12pts), que começou muito bem o período e concluiu grande parte dos ataques da equipe. Os Blazers tentaram duelar nas bolas de 3, mas a equipe não estava bem nesse quesito na noite e, por conta disso, acabou indo para a última etapa com uma desvantagem de 86 @ 104. Os Pelicans administraram a vantagem no último período, chegando a abrir 26 pontos de frente, e os Blazers não conseguiram correr atrás do prejuízo para vencer a ascendente e jovem equipe dos Pelicans, que teve grande atuação e não deixou a vitória escapar das suas mãos. Os Pelicans terminaram a partida com 40(!) assistências, 53% de eficiência nos arremessos e 41% de acerto nas bolas de 3 pontos. Zion Williamson (31pts, 9reb, 5ast) foi o cestinha do jogo, mas vale ressaltar as atuações de JJ Redick (20pts), Josh Hart (17pts, 6reb) e Jrue Holiday (16pts, 10ast). Já os Trail Blazers tiveram Damian Lillard (20pts, 5reb, 6ast, porém, 37% nos arremessos e 0/4 nas bolas de 3), CJ McCollum (20pts), Carmelo Anthony (18pts) e Hassan Whiteside (17pts, 14reb) de destaques na partida.

 

San Antonio Spurs 114 @ 106 Oklahoma City Thunder

 

 

Mesmo sem DeMar DeRozan, os Spurs tiveram boa atuação coletiva e conseguiram se manter a frente do placar no começo do jogo, vencendo o primeiro com 11 pontos de vantagem. A equipe texana era melhor na defesa, e dificultou bastante a vida do OKC, que terminou o primeiro quarto com apenas 14, protegendo bem a zona pintada. No período seguinte os anfitriões mudaram a estratégia e conseguiram equilibrar o jogo, explorando bem os arremessos de longa distância e girando mais a bola antes de concluir as jogadas. As equipes foram para o vestiário com o placar anotando 49 @ 41 a favor dos Spurs, porém, na volta, a equipe de Oklahoma continuava tendo êxito sobre a defesa texana, e diminuiu ainda mais a diferença inicial, indo para o último período do jogo com 79 @ 77 para os Spurs. Mas, no último quarto, os Spurs melhoraram na defesa, e no decorrer do jogo conseguiram novamente abrir mais uma pequena vantagem, que foi importantíssima para os visitantes, que administraram a liderança do placar no decorrer da partida e garantiram uma importante vitória, contra um dos oponentes que brigam por uma vaga na pós-temporada. LaMarcus Aldridge (25pts, 14reb), Dejounte Murray (25pts, 9reb), Patty Mills (20pts) e Trey Lyles, (4 tocos, que foi muito bem defensivamente, contendo boa parte das investidas de Steven Adams) foram os destaques do Spurs na partida. Chris Paul (31pts, 7ast), Shai Gilgeous-Alexander (17pts, 5reb) e Danilo Gallinari (15pts, 8reb) foram os cestinhas do OKC na partida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.