February 17, 2020

Philip Rivers está oficialmente fora dos Chargers, mas ele ainda tem espaço na NFL?

(por Rafael Lima)

 

O histórico quarterback do Los Angeles Chargers, Philip Rivers, está oficialmente fora da franquia e agora existe uma dúvida se ele irá se aposentar ou atuar por outra equipe pela primeira vez na carreira, aos 38 anos.

Caso Rivers queira prosseguir com sua carreira, existem alguns destinos que poderiam fazer ele ganhar esta sobrevida na NFL. Confira:

 

Tampa Bay Buccaneers

O Tampa Bay Buccaneers vive o dilema de ter que decidir se dá uma nova chance a James Winston ou parte para outro quarterback. A equipe possui uma dupla espetacular de wide receivers com Mike Evans e Chris Godwin e ainda conta com o Tight End OJ Howard, que pode ser um alvo confiável.

Além do corpo de recebedores favorável, Philip Rivers seria comandado por Bruce Arians, treinador experiente que está acostumado com a linha de QBs mais fixos, tendo em seu currículo parcerias de sucesso com Ben Roethlisberger e Carson Palmer.

Por esses fatores, o êxito de Rivers em Tampa Bay não seria nada de outro mundo.

 

Indianapolis Colts

Os Colts, com a aposentadoria de Andrew Luck, claramente não possuem um quarterback confiável. Jacobs Brissett tem um estilo mais móvel, porém, com uma precisão abaixo de Rivers, e Brian Hoyer está fazendo hora extra na NFL.

Com uma bela linha ofensiva e alvos interessantes como TY Hilton e Eric Ebron, Rivers teria condições de produzir mais do que os atuais QBs da franquia e, além disso, existe a familiaridade com o treinador Frank Reich, com quem trabalhou em San Diego.

 

Tennessee Titans

Tanto Ryan Tannehill, quanto Marcus Mariota serão agentes livres. Enquanto o primeiro se valorizou e irá querer um alto contrato, o segundo não inspira confiança. A equipe possui um jogo terrestre espetacular com Derrick Henry, situação que tira um pouco do peso em cima do Quarterback, fator importante para a condição que Philip Rivers se encontra.

Se Tannehill fez sucesso, por que Rivers não poderia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.